O Projeto Vitória tem sido um importante instrumento na capacitação de mulheres na capital. Realizado pela parceria entre a Fundação Wall Ferraz (FWF) e a Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST), o projeto beneficiou 20 comunidades através de 220 vagas, gerando oportunidades de geração de emprego e renda em Teresina.

Através do curso de confecção de vestuário e modelagem, oferecido pelo Projeto Vitória já foram inseridas no mercado de trabalho 63 novas profissionais, sendo que muitas delas já estão se preparando para abrir o próprio negócio. Um desses exemplos é a jovem Aliny Danielly, que há dois anos se formou em Design de Modas, e que viu no curso, a oportunidade ideal para se aprimorar ainda mais na área em que ela atua.

“Para mim é importante saber que nós mulheres podemos contar com a Prefeitura de Teresina para garantir o sustento de nossas famílias, pois muitas de nós não teríamos condições de custear um curso tão avançado como este”, conta ela, afirmando ainda que pretende investir em uma marca própria.

Aliny Danielly vai abrir seu próprio negócio – Foto: Maurício Lima (ASCOM-FWF)

O Presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, conta que essa parceria é bastante importante para a profissionalização das teresinenses que buscam o sustento digno de suas famílias. “Hoje a confecção têxtil movimenta a economia da cidade, por isso é gratificante fazer parte desta parceria com a SEMEST, pois através destes cursos, temos a certeza que estaremos colaborando com a autoestima dessas mulheres”, diz Scheyvan Lima.

De acordo com o secretário municipal de Economia Solidária, Ricardo Bandeira, as mulheres beneficiadas terão acesso a um ateliê onde todo o maquinário será custeado pelo poder público. “Para fortalecer ainda mais este projeto, como vereador, fiz questão de destinar uma emenda parlamentar para a compra do maquinário e custear os custos com os professores, pois sei que essa é uma profissão bonita”, ressalta.

Secretário municipal de Economia Solidária, Ricardo Bandeira e as alunas do curso – Foto: Maurício Lima (ASCOM-FWF)

Na parceria, a Secretaria Municipal de Economia Solidária é a responsável pela aquisição de máquinas, equipamentos e material de consumo inicial. Já a capacitação profissional em corte e costura é desenvolvida pela Fundação Wall Ferraz.

Todos os cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria da qualidade de vida. Para saber mais sobre novos cursos, basta que o interessado acesse o site fwf.pmt.pi.gov.br.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).