Fundação Wall Ferraz completa 20 anos e recebe homenagem na Câmara Municipal

Em janeiro de 1998 as ações diretas para a população começaram a ser implementadas, tendo como presidente o Sr. Romildo Macedo Mafra, e desde então os jovens e adultos, homens e mulheres, teresinenses passaram a buscar a capacitação e qualificação profissional. Em comemoração aos 20 anos da Fundação Wall Ferraz, A Câmara Municipal de Teresina, realiza hoje (19), uma sessão solene, proposta pela vereadora Graça Amorim (PMB). A solenidade acontece às 10h da manhã no Plenário José Ommati da Câmara.

Estão entre os projetos de destaque com ampla oferta à população o Profissionalizar Teresina, que já formou milhares de teresinenses em várias áreas de atuação. O Programa Universidade ao Alcance de Todos, executado pela FWF entre 2003 a 2017, oportunizou o acesso ao ensino superior a centenas de jovens de baixa renda que não teriam como custear um preparatório para concorrer em situação de igualdade com jovens egressos de escolas privadas. Mais recentemente o projeto Profissionalizar Mulher, com cursos dirigidos à mulher em situação de vulnerabilidade com cursos em várias áreas, inclusive naquelas tidas como tipicamente masculinas, como cursos de pedreira. O Balcão do Trabalhador, que presta orientação profissional aos trabalhadores em espaço próprio ou através do Balcão do Trabalhador Itinerante que leva serviços de orientação profissional em diferentes espaços da Cidade.

Nos seus 20 anos de funcionamento a FWF já beneficiou mais de 100 mil pessoas através dos seus cursos profissionalizantes, feiras expositivas, ações de cidadania e cursinhos populares, possibilitando que milhares de histórias fossem reescritas através da criação de novas perspectivas aos trabalhadores qualificados.

Samara Pereira, a terceira mulher a presidir a FWF destaca os desafios e vividos e sua expectativa para os anos que virão: “Nesses 20 anos de FWF há muito o que comemorar. A Fundação nasceu com a missão de levar qualificação e capacitação profissional para os teresinenses e desde o início sempre trabalhou em áreas como tecnologia, artesanato, gestão, construção civil visando uma formação para quem quer se inserir no mercado de trabalho. Ao longo desse tempo a Fundação Wall Ferraz permitiu que homens e mulheres se enveredassem pelo mundo do empreendedorismo através da produção autônoma e trouxe perspectivas de vida através de uma atividade produtiva com impacto na vida do trabalhador e da sua família”, conclui.