Teresinenses são capacitados para atuarem em farmácias da capital

Os estabelecimentos que comercializam medicamentos, cosméticos e produtos de higiene pessoal passam a contar, a partir de agora, com novos profissionais capacitados pela Prefeitura de Teresina, através da Fundação Wall Ferraz. O Curso de Atendente de Farmácia realizado no Centro de Capacitação do Dirceu II, na zona Sudeste da capital, garantiu a 35 moradores da região a oportunidade para que eles possam ingressar no mercado de trabalho.

Segundo o presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, apesar de serem vistas como um comércio, as farmácias também são um estabelecimento de saúde, e para atuar na área o profissional deve ter no mínimo um curso profissionalizante e obedecer a diversas regras que regem os profissionais de saúde. “Ao longo dos dois últimos anos tem crescido visivelmente o número de farmácias na capital, mas muitas vezes elas deixam de contratar a mão de obra por falta de profissionais qualificados, por isso estamos melhorando a oferta nesta área, garantindo oportunidade para aqueles que buscam ingressar no mercado de trabalho”, afirma Scheyvan Lima, esclarecendo ainda que o atendente de farmácia não substitui o farmacêutico, que é uma função diferente, e com nível educacional superior.

O curso teve duração de 60 horas aulas, e foi ministrado pela professora Kelly Ane Costa, formada em Biologia/UESPI e em Farmácia/FSA, e que faz parte do corpo de instrutores da Fundação Wall Ferraz. Ela conta que ficou muito feliz com a oportunidade de passar seus conhecimentos para aqueles que desejam mudar de vida através de um emprego digno, e que os alunos tiveram os mesmos métodos de aprendizado utilizados pelos cursos particulares. “Foi um curso muito rico com um material didático bem elaborado. As aulas conciliaram a teoria discutida em sala de aula com a prática, através de uma simulação realística daquilo que eles irão encontrar no mercado de trabalho”, disse a professora, afirmando que ficou surpresa com o desempenho dos alunos.

Na sala de aula, a pedagoga Ivonete dos Santos, que reside no bairro Renascença II, aproveitou cada momento para aprender os ensinamentos oferecidos durante o curso, a ideia dela é deixar a profissão atual para atuar no atendimento de farmácia. “Esta foi uma oportunidade muito boa para nós que não temos acesso a cursos particulares, com o que aprendi já estou apta a trabalhar em qualquer farmácia, só que também pretendo fazer o curso de Libras, para ser algo a mais no meu perfil profissional”, comenta Ivonete Santos.

Além das noções técnicas da área da saúde, os alunos também participaram de aula em que foram debatidos temas relacionados à ética e moral, educação ambiental, qualidade de vida, noções de direitos trabalhistas e empreendedorismo. Essa segunda etapa foi ministrada pela professora Lea de Sousa Macedo, formada em Serviço Social, e que também faz parte do quadro de instrutores da Fundação Wall Ferraz.

Todos os cursos oferecidos pela Prefeitura de Teresina e Fundação Wall Ferraz são gratuitos e para participar basta que o interessado fique atendo ao calendário de novos cursos no site fwf.pmt.pi.gov.br. O curso de Atendente de Farmácia faz parte do Projeto Profissionalizar Teresina, que neste final de ano está capacitando cerca de mil teresinenses.

Em 30 dias mais de 100 teresinenses foram capacitados pela Fundação Wall Ferraz

Nos últimos 30 dias, 107 teresinenses foram capacitados e estão aptos a ingressarem no competitivo mercado de trabalho, ou montarem o seu próprio negócio, garantindo um sustento justo para si e seus familiares. A informação é da Fundação Wall Ferraz, da Prefeitura de Teresina, que tem investido em capacitação profissional em todas as zonas da capital.

Os cursos foram realizados nos Centros de Capacitação mantidos pela Fundação Wall Ferraz, e em uma entidade sem fins lucrativos, beneficiando os moradores dos bairros Dirceu II, Redonda, Itaperu, Parque Brasil, Centro. Foram oferecidos os cursos de Artesanato em Materiais Sustentáveis, Confecções de Bijuterias, Operador de Micro, Assistente Administrativo e Corte e Costura, sendo a maioria dentro do Projeto Profissionalizar Teresina.

De acordo Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, o Projeto Profissionalizar Teresina visa capacitar pessoas com interesse em ingressar no mercado de trabalho formal e informal. “Além destas 107 pessoas que concluíram esta etapa, temos outros cursos em andamento, e até o final formaremos outras 47 turmas”, contou Scheyvan Lima.

Uma das teresinenses que aproveitou a oportunidade da qualificação foi à jovem Francisca Maria, que através do curso de operador de micro irá agora buscar pelo tão sonhado emprego. “Já tive muitas portas fechadas por não ter este curso, e agora que concluí garanto que nenhuma empresa irá deixar de me contratar”, afirmou Francisca Maria.

Para participar de cursos profissionalizantes da Fundação Wall Ferraz basta que o interessado fique atendo às ofertas disponibilizadas no site fwf.pmt.pi.gov.br. Na Fundação Wall Ferraz os teresinenses também têm acesso a workshops de orientação profissional que são realizados a cada quinze dias, e ainda a oportunidade para intermediação de empregos através do Balcão do Trabalhador.

Jovens da zona Leste concluem curso profissionalizante

Dentro da programação dos cursos de férias, a Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz, concluiu no Bairro Planalto Uruguai, na zona Leste da capital, o curso de corte de cabelo e barbearia. Realizado em parceria com o Instituto Davi Henrique, o curso profissionalizante teve duração de 30 horas aulas, capacitando 25 jovens da região, que se encontram aptos para ingressar no mercado de trabalho.

Participante do curso, Carlos Alexandre, apesar de morar há mais de 30 km de distância do local das aulas, não mediu esforços para concluir a profissionalização. “Há muito tempo eu venho procurando fazer esse curso, porém por conta da minha situação financeira não era possível. Minha mãe pediu para que eu buscasse a Fundação Wall Ferraz, e aqui estou preparado não só para trabalhar, mas sim preparado para vida”, comenta Carlos Alexandre, afirmando ainda que já está se preparando para abrir sua própria barbearia.

A instrutora Maria de Fátima, conta que ficou bastante feliz com os resultados obtidos durante o curso, e que mesmo com as dificuldades financeiras de alguns alunos, todos chegaram até o final garantindo a aprovação. “Há muito tempo ministro cursos pela fundação, e a cada dia noto que tem aumentado o interesse da população por cursos profissionalizantes, e o bom disso é que a desistência quase não existe mais”, ressalta.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, os cursos de férias foram feitos para jovens e profissionais, que por conta da correria do dia-a-dia não tinham tempo para participar de cursos profissionalizantes de longa duração. “Nossa intenção é expandir ainda mais os serviços oferecidos pela Fundação, a fim de dar oportunidades a mais pessoas, para que elas tenham mais chances de ingressarem no mercado e trabalho”, diz o presidente, afirmando ainda que nesta primeira quinzena de agosto, serão divulgados novos cursos para a população.

Para saber os cursos disponíveis, bem como datas e locais onde os mesmos serão executados, basta que o interessado acesse a página de novos cursos dentro do site fwf.pmt.pi.br. As informações também poderão ser adquiridas em um dos 12 Centros de Capacitação mantidos pela Fundação Wall Ferraz nas quatro zonas de Teresina.

Profissionalizar Mulher abre 125 vagas em cursos de profissionalização

As mulheres teresinenses terão mais uma boa oportunidade de qualificação profissional. Iniciam nesta segunda-feira (3), as inscrições para 125 vagas do Programa Profissionalizar Mulher. A ideia do programa é promover igualdade entre os sexos e autonomia produtiva para as mulheres. As inscrições serão realizadas nos Centros de Capacitação até o dia 10 de setembro.

Um dos diferencias desta nova etapa do Profissionalizar Mulher, é a oferta de 25% das vagas para mulheres em situação de vulnerabilidade e risco social atendidas pela rede de enfrentamento à violência em Teresina. Para este grupo especifico, as inscrições serão realizadas no Centro de Referência Esperança Garcia.

Os cursos ofertados contemplam as áreas de Alimentação, Beleza, Infraestrutura e Mídias digitais. São eles: Salgadeira, Corte de Cabelo e escova, Manicure e Pedicure, Eletricista Predial e Marketing em Mídias Sociais. Os cursos serão realizados em cinco Centros de Capacitação, contemplando os bairros Dirceu II, Leonel Brizola, Parque Brasil, Piçarreira e Satélite.

“Vamos para mais uma etapa do Profissionalizar Mulher e neste ano o desafio é ainda maior. Queremos oferecer para as mulheres teresinenses oportunidades de crescimento pessoal e profissional. E mais ainda, fazer com que elas vejam sua importância em nossa sociedade, que saibam das suas capacidades, dos seus direitos. Com os cursos de profissionalização elas vão ter a chance de aprender uma profissão, se inserir no mercado de trabalho formal ou mesmo desenvolver atividades autônomas”, pontua a presidente da fundação Wall Ferraz, Samara Pereira

Além da qualificação profissional ofertada pela Fundação Wall Ferraz, as mulheres atendidas pelo programa vão participar de rodas de diálogo sobre gênero e empoderamento feminino desenvolvidas pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres.

Os cursos oferecidos contam com instrutores altamente capacitados, além de materiais didáticos de qualidade e que estejam de acordo com a demanda solicitada pelo mercado de trabalho. Além disso, os cursos atendem uma demanda das próprias mulheres, visto que no início do ano, a Fundação Wall Ferraz, em parceria com a Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), lançou uma pesquisa, por meio de questionário, no aplicativo COLAB. O objetivo da pesquisa era captar o interesse das mulheres teresinenses por capacitação e qualificação profissional.

“Eu fiz o curso de Pedreira através do Profissionalizar Mulher e hoje faço alguns serviços na vizinhança. O ruim é que ainda existe muito preconceito e muitas pessoas acreditam que não vamos dar conta porque é uma profissão que sempre foi vista como masculina. Mas a gente vai garantindo nosso espaço pouco a pouco. Eu mesma fiz o muro da minha casa e reboquei as paredes. Com mais essa oportunidade, muitas outras mulheres vão poder se qualificar e aprender uma profissão”, conta Jane Silva, ex aluna da Fundação Wall Ferraz.

O Projeto Profissionalizar Mulher é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz e Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres. Na primeira fase do programa, de 2013 a 2015, mais de 1.000 mulheres foram qualificadas em diversas áreas, incluindo algumas tidas como exclusivas do universo masculino, como é o caso da Construção Civil.

Confira aqui o cronograma

Último dia de inscrições para processo seletivo de instrutores da Fundação Wall Ferraz

Hoje (03) é o último dia de inscrições do segundo processo seletivo para cadastramento de instrutores da Fundação Wall Ferraz. A novidade é que as inscrições são realizadas eletronicamente através do site da instituição. A formação de cadastro acontece para oito áreas de atuação profissional. São elas: Alimentação, Artesanato, Ambiente e Saúde, Gestão e negócios, Informática, Infraestrutura, Turismo lazer e Ensino.

Outra novidade é o cadastramento de instrutores para os cursos de Preparatório para concursos, Marketing em Mídias Sociais, Estamparia Artesanal e Grafitagem, Doces Finos, Barbearia e Montagem e Manutenção de computadores.

“A FWF vem inovando o quadro de oferta de cursos para atender as diversidades que o mercado de trabalho e de consumo exige. Para que isso ocorra buscamos captar instrutores com perfil e experiência na área de atuação, a fim de que nossos alunos realmente estejam aptos a ingressarem no mundo profissional após a conclusão das capacitações”, pontua a Gerente de Capacitação da Fundação Wall Ferraz.

Após a inscrição o candidato terá até o dia 06 de agosto para entregar a documentação exigida no edital, no horário de 8h às 13h, na Gerência Pedagógica e de Capacitação. A análise dos currículos será feita por uma comissão de seleção formada por representantes da Fundação Wall Ferraz.

Serão reservadas às pessoas com deficiência, em caso de aprovação, 5% do total de vagas que vierem a ser oferecidas, para cada cargo, durante o prazo de validade do processo seletivo, desde que a deficiência de que são portadoras seja compatível com as atribuições do cargo.

Confira o edital mais informações

Link da inscrição:

http://pcp.teresina.pi.gov.br/instrutor.php

População de bairros da zona Sul é beneficiada com cursos de qualificação profissional

Desde o início do ano, os projetos de capacitação e qualificação profissional da Fundação Wall Ferraz tem beneficiado os teresinenses em todas as zonas da cidade. Até o início de agosto, 20 bairros já receberam cursos profissionalizantes que oportunizam aprender uma nova profissão e também mudar de vida. Programas como o Profissionalizar Teresina e Capacitação Profissional para Produtividade e Renda, tem beneficiado os moradores da zona Sul da cidade.

Este ano, através do projeto Profissionalizar Teresina, os Centros de Capacitação dos bairros Vermelha, Redenção, Cerâmica Cil II beneficiaram mais de 180 pessoas em 7 cursos de qualificação profissional nas áreas de Gestão e negócios, Informática, Beleza e Alimentação. No início de agosto os cursos de Assistente administrativo e Recepcionista vão ser iniciados nos bairros Esplanada e Santo Antônio, respectivamente.

Em julho, a Fundação Wall Ferraz lançou, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), o Projeto de Capacitação Profissional para Produtividade e Renda. Os principais beneficiados são os contemplados com o Programa Minha Casa, Minha Vida no bairro Portal da Alegria. Três cursos já estão em andamento no Centro de Esportes Unificados do bairro. São eles: Técnicas em Vendas, Assistente administrativo e Agente de portaria. Os cursos de Corte de Cabelo e Escova, Depilação, Decoração com Balões, Bombeiro Hidráulico, Operador de Microinformática e Técnicas de Vendas devem ser iniciados até o fim do ano.

“Buscamos atender a população de Teresina não só nos nossos Centros de Capacitação, mas também em parceria com as entidades comunitárias, pois elas representam a comunidade e buscam oportunidades de levar os serviços que o poder público oferece. Temos feito essas parcerias e os resultados são bem positivos. Após a conclusão dos cursos, os alunos tem realmente se inserido no mercado de trabalho, tanto no mercado formal como de forma autônoma e empreendedora. E assim, seguimos com o nosso propósito de promover formação profissional dos teresinenses”, pontuou a Gerente de Capacitação Profissional da FWF, Thayse Aguiar.

Juliana Silva de 34 anos, que já até já mudou de estado em busca de oportunidade profissional viu no curso de Agente de Portaria uma oportunidade de mudar de profissão e também de vida: “Já trabalhei em uma fábrica de tecidos em Minas Gerais, mas acabei voltando para Teresina. Estou desempregada e quando surgiu essa grande oportunidade de fazer o curso eu não podia deixar passar e agarrei com unhas e dentes. É um curso caro e que aqui a gente pode fazer de forma gratuita. Minhas expectativas em aprender essa profissão são as melhores possíveis. Vou me capacitar cada vez mais na área, buscar um trabalho e seguir minha vida”, afirmou.

Através do Programa Profissionalizar Teresina, 20 mulheres puderam aprender uma nova profissão no ramo de alimentação. A oficina de Doces Finos foi realizada no Centro de Esportes Unificados do bairro Portal da Alegria.

Na Vila Irmã Dulce, o curso de Corte de Cabelo e Barbearia, um dos mais procurados pela população de Teresina, tem 20 alunos inscritos. O curso, que teve início em julho e segue até setembro, é realizado nas tardes de terça e quinta-feira na Associação de Mães do bairro. Na Associação Madre Cabrini das Irmãs Missionárias, também na Irmã Dulce, estão sendo ofertados cursos na área de educação e artesanato. O curso de Espanhol Instrumental possui 30 alunos inscritos. Já na área de artesanato, um dos mais procurados é o de Arte e decoração com balões, onde a turma possui 25 alunos matriculados.

O Programa Profissionalizar Teresina é voltado para jovens e adultos em geral, visando formação profissional que garanta a conquista oportunidades no mundo do trabalho, seja através do trabalho formal e/ou de iniciativa autônoma.

A realização do Projeto Capacitação Profissional para Produtividade e Renda representa o fortalecimento da política de qualificação profissional realizada pelo município de Teresina, constituindo uma ferramenta para que essas famílias beneficiadas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida possam conseguir qualificação para o mercado de trabalho e para a geração de emprego e renda através de atividades autônomas e empreendedoras.

 

Fundação Wall Ferraz continua com inscrições abertas para processo seletivo de instrutores

O segundo processo seletivo para cadastramento de instrutores da Fundação Wall Ferraz continua com inscrições abertas até o dia três de agosto. A novidade é que as inscrições serão realizadas eletronicamente através do site da instituição. A formação de cadastro acontece para oito áreas de atuação profissional. São elas: Alimentação, Artesanato, Ambiente e Saúde, Gestão e negócios, Informática, Infraestrutura, Turismo lazer e Ensino.

Outra novidade é o cadastramento de instrutores para os cursos de Preparatório para concursos, Marketing em Mídias Sociais, Estamparia Artesanal e Grafitagem, Doces Finos, Barbearia e Montagem e Manutenção de computadores.

“Este segundo processo seletivo tem o intuito de atender uma demanda de oferta para novos cursos, a FWF vem inovando o quadro de oferta de cursos para atender as diversidades que o mercado de trabalho e de consumo exige. Para que isso ocorra buscamos captar instrutores com perfil e experiência na área de atuação, afim de que nossos alunos realmente estejam aptos a ingressarem no mundo profissional”, pontua a Gerente de Capacitação da Fundação Wall Ferraz.

Após a inscrição o candidato terá de 30 de julho até o dia 06 de agosto para entregar a documentação exigida no edital, no horário de 8h às 13h, na Gerência Pedagógica e de Capacitação. A análise dos currículos será feita por uma comissão de seleção formada por representantes da Fundação Wall Ferraz.

Serão reservadas às pessoas com deficiência, em caso de aprovação, 5% do total de vagas que vierem a ser oferecidas, para cada cargo, durante o prazo de validade do processo seletivo, desde que a deficiência de que são portadoras seja compatível com as atribuições do cargo.

Edital
Faça aqui sua inscrição: http://bit.ly/2vwygbU

Serviço de orientação profissional já beneficiou cerca de 800 pessoas no primeiro semestre

Foto: Romulo Piauilino

Quem busca o tão desejado emprego passa por várias etapas durante todo o processo de seleção realizado pelas empresas. Para o candidato, o trabalho vai desde a elaboração do currículo até a temida entrevista com os recrutadores. Estar bem preparado para enfrentar cada uma dessas etapas pode fazer toda a diferença.  Sabendo disso, somente no primeiro semestre deste ano, 800 jovens e adultos participaram do Workshop de Qualificação Profissional desenvolvido pelo Balcão do Trabalhador. Os participantes puderam tirar dúvidas sobre o como elaborar um currículo atrativo, como se preparar para uma entrevista de trabalho, além de vivenciarem uma nova experiência profissional.

Nos workshops internos, que acontecem a cada dia quinze dias, 290 pessoas foram beneficiadas com o treinamento. O workshop também foi levado aos Centros de Capacitação da Prefeitura de Teresina. Nesta oportunidade, foram capacitados 245 alunos concludentes dos cursos de formação inicial e continuada ofertados pela Fundação Wall Ferraz durante a execução do Projeto Profissionalizar Teresina. Entidades que atendem grupos em situação de risco e vulnerabilidade social, como os Centros de Referência em Assistência Social, Fazenda da Paz e Ação Social Arquidiocesana também participaram do treinamento de educação profissional. Nesses locais, foram totalizados 263 atendimentos.

Átila Araújo, psicólogo do Balcão do Trabalhador, ressalta a importância de ações que buscam inserir pessoas em vulnerabilidade e risco social: “A maioria dos acolhidos dessas entidades não tinha nenhuma preparação, nunca tinham participado de alguma qualificação profissional. E o nosso objetivo é levar informações, conhecimento sobre o mercado de trabalho de forma que os acolhidos se sintam preparados e seguros para enfrentar o mercado de trabalho. Já nos nossos treinamentos internos a maioria dos participantes nunca teve uma experiência formal de trabalho. A maioria nunca participou de uma entrevista. Então essa é uma ótima oportunidade para quem quer se dar bem nos processos de seleção das empresas”, pontuou.

“Em toda minha vida eu nunca tinha participado de um curso. Com minha nova mudança de vida eu quero colocar em prática os aprendizados que tive com o workshop. Espero que consiga ser aprovado nos testes e entrevistas que vou realizar quando encerrar o tratamento”, afirma J.C.S, que atualmente faz tratamento para dependência química.

Julia Silva, que tem 19 anos e está em busca do primeiro emprego fala da importância de ter momentos como este que oportunizam tirar dúvidas e se qualificar:  “É muito importante esse treinamento para quem está em busca de uma colocação no mercado de trabalho. Eu nunca tinha feito nada parecido e saí do treinamento me sentindo preparada para enfrentar os processos de seleção das empresas”, destacou.

O Workshop de Orientação Profissional, realizado a cada 15 dias pela Fundação Wall Ferraz, é gratuito e aberto ao público. Após o treinamento o participante tem o seu currículo cadastrado no banco de dados do Balcão do Trabalhador. As inscrições para o workshop são realizadas na sede do Balcão do Trabalhador, localizado na Rua Firmino Pires, 379 – Ed. Saraiva Center no Centro de Teresina.

Prefeito lança novo projeto de capacitação profissional para beneficiários do Minha Casa, Minha Vida

Foto: Renato Bezerra (Semcom/PMT)

Uma nova parceria entre Fundação Wall Ferraz e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação vai levar qualificação profissional para os beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida, residentes no Portal da Alegria VI A. A solenidade de lançamento do Projeto de Capacitação Profissional para Produtividade e Renda vai acontecer nesta quinta-feira (19) no CEU Sul, localizado no bairro Portal da Alegria, às 16 horas.

Coordenado pela Semduh, o projeto tem como principal objetivo a oferta de cursos profissionalizantes que devem contribuir para a conquista da autonomia produtiva e geração de emprego e renda para os beneficiários do Minha Casa, Minha Vida.

O Prefeito Firmino Filho comentou que a Prefeitura quer fomentar a geração de emprego e renda, sobretudo para os mais vulneráveis. “O que estamos fazendo é oportunizar a qualificação. O mercado de trabalho está exigente e é preciso atendermos a essa demanda. Essas famílias terão oportunidade de mudança de vida, garantindo uma nova fonte de renda”, ressaltou.

Os cursos ofertados foram definidos a partir de mapeamento de vocações produtivas realizado por uma empresa especializada, estando em conformidade com as necessidades dos moradores e com as demandas do mercado local. São eles: Agente de Portaria, Assistente Administrativo, Corte de Cabelo e Escova, Depilação, Decoração com Balões, Bombeiro Hidráulico, Operador de Microcomputador e Técnicas de Vendas. Durante o segundo semestre o projeto terá continuidade com a oferta de novos cursos para os moradores do Portal da Alegria VI A.

“Com mais esse projeto, a FWF dá continuidade a sua política inclusiva de levar qualificação a diferentes públicos e bairros da cidade, garantindo que as pessoas beneficiadas possam ter mais perspectivas para o mercado de trabalho e empreendedorismo”, destaca a presidente em exercício da Fundação Wall Ferraz, Nilza Melo.

Os cursos serão realizados nos espaços do CEU Sul e nos Centros de Capacitação dos bairros Redenção e Vermelha. Durante todas as atividades as famílias serão assistidas pelo apoio de recreadores infantis, para acompanhamento das crianças, de modo a facilitar que seus responsáveis realizem tranquilamente as atividades de qualificação. Os beneficiários também vão participar de diálogos sobre gênero promovidos pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, visando o enfrentamento da desigualdade de gênero e empoderamento feminino.

Ao final dos cursos, os atendidos pelo projeto poderão participar do Workshop de Qualificação Profissional do Balcão do Trabalhador onde terão a oportunidade de se prepararem para os processos de seleção na busca do emprego e inserção no mercado de trabalho. Também será realizada uma feira para que os concludentes dos cursos possam mostrar suas novas formas de geração de renda.

A realização do Projeto Capacitação Profissional para Produtividade e Renda representa o fortalecimento da política de qualificação profissional realizada pelo município de Teresina, constituindo uma ferramenta para que essas famílias beneficiadas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida possam conseguir qualificação para o mercado de trabalho e para a geração de emprego e renda através de atividades autônomas e empreendedoras.

Mães atendidas pelo projeto Amor de Tia participam do curso de manicure

Vinte mulheres atendidas pelo projeto Amor de Tia estão participando do curso de Manicure e Pedicure ofertado pela Fundação Wall Ferraz. A nova parceria com a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres deve contribuir para que as atendidas pelo projeto sejam incluídas no processo de capacitação e qualificação profissional do município. A oferta do curso visa ainda aumentar a expectativa na vida profissional, financeira e na autoestima de cada uma dessas mães.

“Um dos nossos pilares é inserir. Então qualificar essas mulheres que em algum momento passaram por situação de violência e vulnerabilidade social vai proporcionar que elas aprendam uma profissão e possam trabalhar até mesmo de maneira autônoma. Trabalhamos com uma equipe de instrutores sensibilizados com a demanda desse público, que favorece o ótimo desempenho e processo de aprendizagem das alunas”, pontua a Gerente de Capacitação da Fundação Wall Ferraz, Thayse Aguiar.

O curso faz parte do Projeto Profissionalizar para Inserir, que tem como principal objetivo qualificar públicos e segmentos em situação de vulnerabilidade e risco social oportunizando capacitação e qualificação profissional voltada para inserção no mercado de trabalho, empreendedorismo e autonomia produtiva. Ao final, as mães receberão certificado com caga horaria de 60h.

O projeto Amor de Tia atende mulheres em situação de violência e promove apoio na reconstrução da sua autonomia através do atendimento, acolhimento, atenção e desenvolvimento psicossocial a seus filhos de um ano a dois anos e nove meses. O programa funciona no Centro de Convivência Saber Viver, bairro Matadouro, zona Norte de Teresina.