Fundação Wall Ferraz abre 508 vagas para cursos gratuitos nesta segunda-feira (12)

As inscrições para 23 cursos profissionalizantes gratuitos da Fundação Wall Ferraz estarão abertas a partir da próxima segunda-feira (12). Nesta etapa estão sendo ofertadas 508 vagas para os cursos, que serão realizados em nove centros de capacitação e em entidades parceiras, beneficiando moradores de vários bairros de Teresina.

Serão oferecidos aos interessados os cursos de Confeiteiro, Assistente Administrativo, Operador de Micro, Design de Sobrancelha, Balconista de Farmácia, Conserto e Manutenção de Celulares, Corte de Cabelo Masculino e Barbearia, Operador de Micro, Agente de Portaria, Marketing em Mídias Sociais, Confeitaria, Corte de Cabelo e Escova, Doces Finos, Eletricista Predial, Corte e Costura em Tecido, Panificação Artesanal, Organizador de Eventos, Feltro e Salgadeiro. As vagas disponíveis são divididas entre os projetos Capacitar para Empreender, que tem como objetivo incentivar o aluno a montar o seu próprio negócio, e o Profissionalizar Teresina, que visa capacitar pessoas com interesse em ingressar no mercado de trabalho formal e informal. Alguns dos cursos terão início no próximo dia 20 de agosto, e a estimativa dos idealizadores é que as vagas sejam totalmente preenchidas ainda na segunda-feira, já que segundo eles, tem aumentado o interesse das pessoas em se profissionalizar.

O presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, explica que a Fundação preparou para este segundo semestre vagas em cursos que atendem a necessidade de cada região. Segundo ele, foi realizado um estudo técnico que verificou a demanda destes locais. “O mercado de trabalho está cada vez mais exigente, e sem qualificação fica mais difícil algumas pessoas conseguirem um emprego ou montar um negócio de sucesso”, destacou Scheyvan Lima.

Além de possuir a idade mínima de 16 anos, os interessados nos cursos devem ter nível de escolaridade compatível com a especificidade de cada curso. Para se inscrever, basta ir até um dos locais onde os cursos serão executados e apresentar documento de identidade com foto e CPF (originais e copias), além de comprovantes de endereço e de escolaridade.

Os cursos são ofertados de forma gratuita pela Prefeitura de Teresina, através da Fundação Wall Ferraz, e em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE, e com a Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMESTE), que por meio do Banco Popular irá ofertar uma linha de crédito para os alunos do Projeto Capacitar para Empreender.

Todas as informações sobre cursos, ofertas de empregos, workshops e ações de cidadania podem ser adquiridas no site fwf.pmt.pi.gov.br.

LOCAIS DOS CURSOS E INSCRIÇÕES:

ZONA SUDESTE

CENTRO DE CAPACITAÇÃO DO DIRCEU II

Rua 54 s/n próximo a Igreja de Santa Teresina

Cursos: Confeiteiro, Assistente Administrativo e Operador de Micro

ZONA SUL

CENTRO DE CAPACITAÇÃO DA VERMELHA

Rua 13 de Maio, nº 1718

Cursos: Marketing em Mídias Sociais e Operador de Micro

CENTRO DE CAPACITAÇÃO DA REDENÇÃO

Quadra N nº 4033

Cursos: Panificação Artesanal e Organizador de Eventos

CENTRO DE CAPACITAÇÃO DA CERÂMICA CIL

PI 130 s/n

Cursos: Doces Finos e Eletricista Predial

ZONA NORTE

UPS LAGOAS DO NORTE

Parque Lagoas do Norte

Cursos: Desingn de Sobrancelha, Balconista de Farmácia e Concerto e Manutenção de Celulares

CENTRO DE CAPACITAÇÃO DO PARQUE BRASIL

Rua da República, nº 3963

Cursos: Corte de Cabelo Masculino e Barbearia, Operador de Micro e Agente de Portaria

CENTRO DE CAPACITAÇÃO LEONEL BRIZOLA

Rua Projetada s/n

Curso: Feltro

CENTRO DE CAPACITAÇÃO DO POTI VELHO

Rua Desembargador Flávio Furtado, nº 1113

Cursos: Corte de Cabelo e Escova e Operador de Micro

CENTRO DE CAPACITAÇÃO DO PARQUE ALVORADA

Rua Pedro Brito, nº 1915

Cursos: Confeitaria e Agente de Portaria

CENTRO DE CAPACITAÇÃO DO ITAPERU

Rua Governador Arthur de Vasconcelos, nª 4695

Cursos: Corte e Costura em Tecido e Operador de Micro

ZONA LESTE

CENTRO SOCIAL SATÉLITE (BAIRRO SÃO JOÃO)

Rua Telegrafista Sebastião Portela, S/N, Bairro São João

Curso: Salgadeiro

No bairro Água Mineral, alunos concluem curso realizado com recursos do Orçamento Popular


Em novembro de 2018, a comunidade do bairro Água Mineral foi beneficiada com 30 vagas para o curso profissionalizante de Agente de Portaria. O curso realizado pela Fundação Wall Ferraz através do Orçamento Popular de Teresina, aconteceu na sede da Associação Comunitária de moradores do bairro e foi concluído nesta semana.

Durante o curso de 80 horas/aulas, os alunos puderam conferir que a rotina de um Agente de Portaria vai além do monitoramento e controle de acesso de pessoas, mercadorias e veículos e sistemas eletrônicos de segurança.

Para quem busca destaque na área, o instrutor Evandro Dórea recomenda que o profissional faça cursos voltados para proteção, identificação de indivíduos suspeitos e técnicas de abordagem. “Um bom Agente de Portaria deve ser atencioso, responsável, pontual e ter um bom relacionamento humano. Lidar com pessoas de diferentes níveis sociais e intelectuais é uma função diária desse profissional. Portanto, ele terá que saber se relacionar bem com todas elas”, pontua o instrutor da Fundação Wall Ferraz.

“O objetivo da Fundação Wall Ferraz é oportunizar melhoria de vida para os teresinenses através da qualificação profissional. Com recursos do Orçamento Popular podemos fortalecer ainda mais as políticas de qualificação do município e levar cursos sugeridos pela própria comunidade, promovendo qualificação e reforçando o nosso compromisso com os teresinenses”, afirma a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

No ano passado, a Fundação Wall Ferraz qualificou mais de 200 pessoas através do Orçamento Popular de Teresina nos cursos de Agente de Portaria, Design de Sobrancelha, Manicure e Pedicure, Vendedor, Espanhol, Doces e Trufas e Arte e Decoração com Balões.

O Orçamento Popular é um mecanismo implantado pela Prefeitura de Teresina para garantir participação popular na resolução das demandas das comunidades. É instrumento que permite que a comunidade participe de forma ativa e democrática da gestão pública, aproximando gestores e população, que indica, através das entidades comunitárias, quais obras e serviços são mais necessários e urgentes em suas regiões.

Todos os cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva’, geração de renda e melhoria de qualidade de vida.

Os cursos profissionalizantes são realizados nas sedes das entidades parceiras e nos 12 Centros de Capacitação Profissional localizados nos bairros Parque Alvorada, Parque Brasil, Poty Velho, Itaperu, Leonel Brizola, Matadouro, Redenção, Cerâmica Cil, Vermelha, Piçarreira, Satélite e Dirceu.

QualificaTur abre inscrições para cursos profissionalizantes

A partir desta quarta-feira (3), o programa QualificaTur abre mais de cem vagas em quatro cursos profissionalizantes. O projeto desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz e Semdec deve aperfeiçoar conhecimentos básicos sobre história local e turismo e propõe a profissionalização e desenvolvimento sustentável do meio turístico em Teresina, além de promover benefícios culturais e econômicos para a cidade. Os cursos também fornecerão informações sobre o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes no âmbito turístico e noções de acessibilidade necessárias para a excelência no atendimento. Interessados devem ter a partir de 18 anos. Aulas terão início ainda em outubro.

Metade das vagas do QualificaTur será destinada para quem já trabalha com o turismo na cidade de Teresina com ênfase nos setores hoteleiro, meios de transportes e condução de turismo local na cidade. Os outros 50% das vagas serão preenchidos pelo público em geral que cumprir os requisitos de escolaridade.

Os cursos oferecidos nesta etapa são de Camareira, Condutor de Turismo Local, Doces e Trufas com Identidade Regional e Organizador de eventos. Para se inscrever, os interessados que já trabalham nestas áreas devem entrar em contato com Semdec através da Coordenação de Turismo – Semdec, no telefone 3226-5654 ou se dirigir até a sede da Secretaria, localizada na Avenida Universitária, 750, Ininga. Para quem não é da área, a inscrições são realizadas nos Centos de Capacitação dos bairros Itaperu, Parque Alvorada e Vermelha. Para realizar a matrícula, o interessado precisa da cópia do RG, CPF e comprovante de residência.

“Com este projeto, pretende-se colocar à disposição dos turistas de Teresina uma melhoria dos serviços associados ao setor agregando valor a esse serviço de transportes, hotelaria, eventos, oferecendo ao visitante um serviço diferenciado e de excelente qualidade”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

O QualificaTur é desenvolvido desde 2014 e já capacitou mais de trezentos teresinenses.

Confira o cronograma

Pessoas em situação de rua finalizam curso de Artesanato em Mosaico

Oito pessoas em situação de rua atendidas pelo Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua -Centro POP- concluíram o curso de Artesanato em Mosaico. O curso, realizado pela Fundação Wall Ferraz através do Projeto Profissionalizar para Inserir foi iniciado em junho e foi encerrado na manhã de ontem (13).

“É uma iniciativa diferenciada e histórica que a Fundação Wall Ferraz vem desenvolvendo desde o ano passado. Nós entendemos que a formação profissional, quando levada a essa população, ela é mais que uma simples formação profissional. Essa qualificação oportuniza chances reais de aprendizado e mais que isso, leva voto de confiança. Então quando a gente abre essa oportunidade nós estamos dizendo que essa pessoa é capaz, que ela pode e que nós acreditamos em seu potencial”, pontuou a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Manoel Mendes, aluno assíduo das aulas, o curso é uma grande oportunidade de aprender uma profissão e mudar de vida: “O curso é importante, pois posso buscar um novo meio de vida. E também é uma forma para me reintegrar à sociedade”, afirma.

O Projeto Profissionalizar para Inserir é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz e tem o principal objetivo de levar qualificação profissional para pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social, como dependentes químicos, mulheres vítima de violência, população LBGTT, população em situação de rua, jovens em cumprimento de medidas socioeducativas e pessoas com deficiência.

O Centro POP é mantido pela Prefeitura de Teresina através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI) e funciona de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 18h. Caso a população queira entrar em contato com o Centro para identificação de pessoas em situação de rua, deve ligar para o número 3215-9317.

Fundação Wall Ferraz inicia nova etapa do programa Profissionalizar Teresina

Cerca de 200 pessoas em sete bairros da capital serão beneficiadas com mais uma etapa do programa Profissionalizar Teresina. Em parceria com associações e conselhos comunitárias, a Fundação Wall Ferraz inicia hoje (6) as aulas dos cursos de Operador de Microcomputador, Assistente Administrativo e Arte e Decoração com Balões. As inscrições para estes cursos foram realizadas ainda no mês de julho.

Nesta etapa, sete bairros em todas as zonas da cidade serão contemplados: Pedro Balzi, Esplanada, Santo Antonio, Parque Firmino Filho, Vila Poty e bairro de Fátima.  Ainda no mês de agosto, além dos cursos de Operador de Microcomputador, Assistente Administrativo e Arte e Decoração de Balões que iniciam nesta segunda-feira, dia 6, mais dois cursos irão iniciar no mês de agosto. São eles: Recepcionista e Vendedor.

“Esta nova parceria representa o fortalecimento das iniciativas comunitárias no âmbito da educação popular e voltada para os trabalhadores e também favorece a descentralização da ação de capacitação profissional da FWF fazendo com que os cursos cheguem inclusive nos bairros onde não dispomos de Centros de Capacitação. Desta forma, fortalecemos o nosso processo de inclusão socioprodutiva”, afirma a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

No ano de 2017 foram mais de 3.000 vagas foram disponibilizadas para o programa Profissionalizar Teresina nos Centros de Capacitação da Prefeitura de Teresina e através de parcerias. Este ano a expectativa é manter esse número e levar aos teresinenses qualificação profissional como estratégia de geração de renda e inclusão socioprodutiva.

Os cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz são totalmente gratuitos, abertos ao público e ministrados por instrutores devidamente capacitados e que foram classificados por meio de processo seletivo da FWF, o que garante elevado nível de qualidade à formação socioprofissional recebida pelos alunos.

O Profissionalizar Teresina é voltado para jovens e adultos em geral, visando formação profissional que garanta a conquista de oportunidades no mercado de trabalho, seja através do trabalho formal e/ou de iniciativa autônoma. Os cursos de formação inicial e continuada ofertados pela Fundação Wall Ferraz são totalmente gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses.

Projeto de capacitação profissional beneficiará 400 pessoas na zona Sul

Foto: Geirlys Silva

A Fundação Wall Ferraz, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação lançou na tarde desta quinta-feira (19) um novo projeto de qualificação profissional. O Projeto Capacitação Profissional para Produtividade e Renda vai beneficiar a população atendida pelo Programa Minha Casa, Minha Vida, residentes no Portal da Alegria VI B. Nesta primeira etapa, 400 pessoas devem ser beneficiadas com os cursos os profissionalizantes.

A cerimônia de lançamento foi realizada no Centro Esportivo Unificado Ana Maria Rego (CEU), localizado no Residencial Torquato Neto, e contou com a participação do prefeito de Teresina, Firmino Filho.  Na oportunidade, ele destacou que os cursos são ferramentas importantes de estruturação e afirmação de projetos sociais como o Minha Casa Minha, além de oferecer oportunidades para cada morador, de modo a fortalecer a comunidade com um todo.

“É uma grande alegria participar desse lançamento por três motivos: o primeiro é ver o cuidado com que o CEU está sendo tratado; o segundo é porque essas atividades são um complemento do Minha Casa Minha Vida. Até o momento, já foram entregues cerca de 18 residenciais na capital e muitas das unidades habitacionais estão na zona Sul.  E alegria maior é poder entregar esses cursos à população”, disse Firmino Filho.

Quem também destacou a importância desses cursos para a comunidade foi Samara Pereira, presidente da Fundação Wall Ferraz. “Um dos grandes objetivos da Fundação Wall Ferraz é levar qualificação e oportunidade de geração de renda para os teresinenses. Com mais esse projeto, nós vamos garantir que os moradores da zona Sul possam estar cada vez mais qualificados para enfrentar o mercado de trabalho ou mesmo desenvolvam atividades autônomas e empreendedoras”, pontuou

Marco Antonio Ayres, Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação destaca a importância da parceria com a Fundação Wall Ferraz. “As parcerias com a FWF sempre dão certo. Dessa vez não será diferente. Nós temos até cadastro de reserva e as turmas estão lotadas. Sem falar que, com esta parceria, os recursos irão circular em nossa cidade. Não vamos precisar de uma empresa de fora”, afirmou.

Os cursos ofertados serão:  Agente de Portaria, Assistente Administrativo, Corte de Cabelo e Escova, Depilação, Decoração com Balões, Bombeiro Hidráulico, Operador de Microinformática e Técnicas de Vendas, e serão realizados nos espaços do CEU Sul e nos Centros de Capacitação dos bairros Redenção e Vermelha.

Durante todas as atividades, as famílias serão assistidas pelo apoio de recreadores infantis, para acompanhamento das crianças, de modo a facilitar que seus responsáveis realizem tranquilamente as atividades do projeto.

Ao final dos cursos, os atendidos pelo projeto poderão participar do Workshop de Qualificação Profissional do Balcão do Trabalhador onde terão a oportunidade de se prepararem para os processos de seleção na busca do emprego e inserção no mercado de trabalho. Também será realizada uma feira para que os concludentes dos cursos possam mostrar suas novas formas de geração de renda.

Os beneficiários também vão participar de diálogos sobre gênero promovidos pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, visando o enfrentamento da desigualdade de gênero e empoderamento feminino.

A realização do Projeto Capacitação Profissional para Produtividade e Renda representa o fortalecimento da política de qualificação profissional realizada pelo município de Teresina, constituindo uma ferramenta para que essas famílias beneficiadas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida possam conseguir qualificação para o mercado de trabalho e para a geração de emprego e renda através de atividades autônomas e empreendedoras.

Prefeito lança novo projeto de capacitação profissional para beneficiários do Minha Casa, Minha Vida

Foto: Renato Bezerra (Semcom/PMT)

Uma nova parceria entre Fundação Wall Ferraz e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação vai levar qualificação profissional para os beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida, residentes no Portal da Alegria VI A. A solenidade de lançamento do Projeto de Capacitação Profissional para Produtividade e Renda vai acontecer nesta quinta-feira (19) no CEU Sul, localizado no bairro Portal da Alegria, às 16 horas.

Coordenado pela Semduh, o projeto tem como principal objetivo a oferta de cursos profissionalizantes que devem contribuir para a conquista da autonomia produtiva e geração de emprego e renda para os beneficiários do Minha Casa, Minha Vida.

O Prefeito Firmino Filho comentou que a Prefeitura quer fomentar a geração de emprego e renda, sobretudo para os mais vulneráveis. “O que estamos fazendo é oportunizar a qualificação. O mercado de trabalho está exigente e é preciso atendermos a essa demanda. Essas famílias terão oportunidade de mudança de vida, garantindo uma nova fonte de renda”, ressaltou.

Os cursos ofertados foram definidos a partir de mapeamento de vocações produtivas realizado por uma empresa especializada, estando em conformidade com as necessidades dos moradores e com as demandas do mercado local. São eles: Agente de Portaria, Assistente Administrativo, Corte de Cabelo e Escova, Depilação, Decoração com Balões, Bombeiro Hidráulico, Operador de Microcomputador e Técnicas de Vendas. Durante o segundo semestre o projeto terá continuidade com a oferta de novos cursos para os moradores do Portal da Alegria VI A.

“Com mais esse projeto, a FWF dá continuidade a sua política inclusiva de levar qualificação a diferentes públicos e bairros da cidade, garantindo que as pessoas beneficiadas possam ter mais perspectivas para o mercado de trabalho e empreendedorismo”, destaca a presidente em exercício da Fundação Wall Ferraz, Nilza Melo.

Os cursos serão realizados nos espaços do CEU Sul e nos Centros de Capacitação dos bairros Redenção e Vermelha. Durante todas as atividades as famílias serão assistidas pelo apoio de recreadores infantis, para acompanhamento das crianças, de modo a facilitar que seus responsáveis realizem tranquilamente as atividades de qualificação. Os beneficiários também vão participar de diálogos sobre gênero promovidos pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, visando o enfrentamento da desigualdade de gênero e empoderamento feminino.

Ao final dos cursos, os atendidos pelo projeto poderão participar do Workshop de Qualificação Profissional do Balcão do Trabalhador onde terão a oportunidade de se prepararem para os processos de seleção na busca do emprego e inserção no mercado de trabalho. Também será realizada uma feira para que os concludentes dos cursos possam mostrar suas novas formas de geração de renda.

A realização do Projeto Capacitação Profissional para Produtividade e Renda representa o fortalecimento da política de qualificação profissional realizada pelo município de Teresina, constituindo uma ferramenta para que essas famílias beneficiadas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida possam conseguir qualificação para o mercado de trabalho e para a geração de emprego e renda através de atividades autônomas e empreendedoras.

Fundação Wall Ferraz abre mais de 200 vagas em cursos realizados em parceria com entidades

Em parceria com entidades, a Fundação Wall Ferraz vai ofertar a segunda etapa de cursos do Projeto Profissionalizar Teresina. Ao todo, são 220 vagas distribuídas em 08 turmas em diferentes regiões da cidade. Os cursos de formação inicial e continuada, destinados principalmente a jovens e adultos de baixa renda, serão realizados de junho a outubro e as inscrições serão abertas na próxima segunda-feira, dia 11.

“Essa segunda oferta dos cursos do Projeto Profissionalizar Teresina, que será realizada com as entidades, favorece a descentralização das atividades realizadas pela FWF e fortalece os processos de educação popular nas comunidades”, pontua Nilza Melo,  presidente em exercício da Fundação Wall Ferraz.

Os cursos ofertados são: Operador De Microcomputador, Corte de Cabelo e Barbearia, Operador de Caixa, Assistente Administrativo, Corte e Costura em Tecido, Organizador e Eventos.

A gerente pedagógica da Fundação Wall Ferraz, Thayse Aguiar, destaca que o objetivo dos cursos e atender as demandas da população em diferentes bairros da capital levando serviços de excelência: “A Fundação Wall Ferraz trabalha em parcerias com entidades comunitárias, que são associações da sociedade civil. Essa nova parceria vai garantir a oferta de cursos que contemplam diversas áreas de atuação e oportunizar mais qualificação para os teresinenses. ”

Para ter acesso a lista completa de cursos e locais de realização e requisitos de escolaridade basta acessar o site da Fundação Wall Ferraz (www.fwf.teresina.pi.gov.br).

Confira aqui o Cronograma

Fundação Wall Ferraz promove oficinas para idosos do Centro Social Pedro Arrupe

A Fundação Wall Ferraz vai ofertar cursos e oficinas aos idosos atendidos pelo Centro Social Pedro Arrupe, localizado no bairro Vermelha, zona Sul de Teresina. Os cursos vão oportunizar qualificação e reforçar a importância do estímulo a iniciação produtiva.

As oficinas e cursos contemplam as áreas de Alimentação, Artesanato e Informática. Atualmente, o Centro Social possui quase 600 idosos cadastrados e ativos. Estas ações fazem parte do “Programa Começar de Novo”, instituído por lei pela Prefeitura Municipal de Teresina em maio deste ano que visa a qualificação e inserção de idosos no mercado de trabalho. Os cursos devem ter início em julho.

“As expectativas com essa nova parceria são as melhores, pois nosso objetivo não é só oferecer atividades físicas, mas trabalhar todas as capacidades desses idosos e proporcionar que eles possam desenvolver outros conhecimentos através dessas novas atividades, oficinas e manejo de materiais”, diz a Assistente Social do Centro, Lívia Sousa.

Com os cursos e oficinas para os idosos eles poderão adquirir mais conhecimento e também visualizar uma oportunidade de geração de renda. “Ainda estamos finalizando o cronograma de cursos que devem iniciar no mês junho. Nosso objetivo é estimular esses idosos a iniciarem um processo de qualificação e fomentar seu interesse por novos conhecimentos”, explica a gerente Pedagógica da Fundação Wall Ferraz, Thayse Aguiar.

Após o encerramento dos cursos, os participantes irão receber certificados e terão o resultado dos trabalhos realizados apresentados ao longo do ano em datas comemorativas.

 

 

FWF se reúne com chefes dos centros para articular melhorias na oferta de cursos

Com o intuito de acertar os ponteiros, verificar o andamento das qualificações e ouvir as sugestões e demandas de quem cuida diariamente da execução dos cursos, a equipe gestora da Fundação Wall Ferraz se reuniu na manhã desta sexta-feira (27) com os chefes dos Centros de Capacitação dos bairros que oferecem qualificação profissional aos teresinenses.

“A gente sabe que tem alguns pontos a serem melhorados e é justamente nesses encontros que podemos verificar maneiras de prestar um melhor serviço pra população”, pontuou Thayse Aguiar, Gerente de Capacitação da Fundação Wall Ferraz.

Os chefes de centros também foram incentivados a se conscientizar em relação ao consumo e controle de despesas de água, energia elétrica e telefone, que são itens básicos no dia a dia dos instrutores e alunos matriculados.

A Chefe do Centro de Capacitação do bairro Itaperu, Ingrid Silva, fala da importância de reunir os profissionais que lidam diariamente com a realidade de cada centro de Capacitação: “É muito importante que a gente tenha esses momentos pra fazermos alguns ajustes, tirar dúvidas e saber onde a gente pode melhorar nosso serviço, ressaltou.