FWF realiza Seminário de Formação de Instrutores

A Fundação Wall Ferraz realiza na próxima sexta-feira (16), no Auditório do Edifício Paulo VI, de 8h às 12h, o Seminário de Formação Socioprofissional com o tema: “Educação Profissional e Direitos Humanos”. O evento reunirá os instrutores classificados no edital 01/2018, chefes de centro de capacitação e servidores da FWF.

O Seminário é uma ação inovadora da Fundação Wall Ferraz e tem como objetivo proporcionar ao público presente discussão e reflexão sobre a Educação Profissional e Direitos Humanos e sua relação no âmbito do desempenho educacional e profissional nos aspectos relativos à ética, à igualdade racial, de gênero, identidade de gênero, orientação sexual e intolerância religiosa, visando promover a ampliação do conhecimento dos instrutores que ministrarão os vários cursos e oficinas de capacitação e qualificação profissional propostos para o ano de 2018.

Entre os palestrantes estão Andreia Marreiro Barbosa, professora Ms em Direitos Humanos e Cidadania pela UnB, Bacharelada em Direito, (UESPI), Coordenadora do curso de Especialização em Direitos Humanos Esperança Garcia (FAR), Presidente da Comissão da Verdade da Escravidão Negra da OAB/PI, Laura Maria Andrade de Sousa, Pedagoga, Pró-Reitora, Docente da Ed. Básica e Gestora na Educação Profissional e a  Assistente Social, Profª Mestre em Políticas Públicas e atual Presidente da FWF, Samara Cristina Silva Pereira.

 

 

 

 

FWF realiza certificação no Centro de Convivência do bairro Matadouro

A equipe técnica da Fundação Wall Ferraz, realizou a certificação do curso de Operador de Call Center em solenidade realizada no último sábado, dia 10. Ao todo foram qualificados 48 alunos, jovens atendidos pelo Centro de Convivência Rita de Cássia, localizado no bairro Matadouro, zona Norte de Teresina.

“Os concludentes do curso de Operador de Call Center vão ainda participar de treinamentos e workshops oferecidos pela Fundação Wall Ferraz, através do Balcão do Trabalhador. Nesse treinamento os jovens vão aprender a construir um currículo atrativo e dentre outras coisas a se comportar em uma entrevista de trabalho”, destacou a gerente pedagógica da Fundação Wall Ferraz, Thayse Aguiar.

O Call Center é um dos segmentos de maior ascensão no mercado de trabalho teresinense. Desta forma a FWF auxilia a população na conquista dessas vagas através dos cursos gratuitos oferecidos em toda a cidade.

FWF se reúne com representantes dos Centros de Capacitação

A Gerência de Capacitação da Fundação Wall Ferraz (FWF) se reuniu na manhã desta segunda-feira, 05, com os chefes dos Centros de Capacitação Profissional de Teresina para debater as demandas de cursos de cada região.

Thayse Aguiar, Gerente Pedagógica da FWF destaca a importância de atender as demandas da população em diferentes bairros da capital: “Hoje nós nos reunimos com os gerentes dos Centros de Capacitação, que levantaram suas demandas de cursos e oficinas, que serão atendidas conforme nossa disponibilidade de recursos e materiais”, afirmou.

“As expectativas são as melhores e a gente espera que a população possa aproveitar ao máximo essa oportunidade de se capacitar e facilitar sua inserção no mercado de trabalho, que está cada vez mais exigente”, pontua Ingrid Silva, gerente do Centro de capacitação do bairro Itaperu, zona Norte de Teresina.

Os cursos e oficinas serão ofertados de acordo com a necessidade de cada bairro e com a estrutura dos Centros de Capacitação.

 

 

FWF realiza reunião com instrutoras dos cursos de artesanato

A equipe técnica da Fundação Wall Ferraz (FWF) se reuniu na manhã desta terça-feira, 27, com instrutoras dos cursos de artesanato e atividades manuais para o planejamento de ações de cidadania que vão acontecer no mês de Março nos Centros de Capacitação da Fundação em diversos bairros de Teresina e também em parceria com organizações da sociedade civil e secretarias do município que solicitaram atividades de oficina produtiva para mulheres em Março.

“Essas oficinas produtivas tem como objetivo inserir as alunas em alguma atividade de natureza manual, despertar nessas mulheres a vocação para essas atividades e divulgar as alternativas e opções de cursos que nós temos em nossa grade de cursos na FWF. Durante todo o ano de 2017 nós realizamos várias oficinas de iniciação produtiva e o resultado tem sido bastante positivo”, afirmou Samara Pereira, Presidente da Fundação Wall Ferraz.

“No mês destinados as mulheres o intuito dessas oficinas é despertar vocações para atividades manuais de modo que ao final das oficinas essas alunas tenham interesse em participar dos cursos mais aprofundados de artesanato que são oferecidos pela Fundação, com formação maior e a partir de então  passem a confeccionar esses produtos e gerarem renda”, conclui a gerente de capacitação da FWF, Thayse Aguiar.