Mulher e Participação Política será tema de painel dentro da Agenda Março Mulher

Como parte das atividades da Agenda Março Mulher, da Prefeitura de Teresina, acontece no dia 13 de março, na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI),  o Painel de Debates Mulheres e Participação Política.  O evento, que contará com a presença do Ministro da Corte do Tribunal Superior Eleitoral, Tarcísio Vieira, é uma promoção do Tribunal Regional Eleitoral, Fundação Wall Ferraz, Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres e  Conselho Municipal de Direitos da Mulher

A iniciativa tem como objetivo promover a participação das mulheres na política através de discussão sobre as mudanças na legislação eleitoral, os obstáculos e os desafios quanto à participação feminina nas eleições e a necessidade da representação feminina nas diferentes instâncias de poder político como forma de enfrentando à desigualdade de gênero e fortalecimento da democracia. A iniciativa  é legitimada também pela Política Nacional de Incentivo à Participação Institucional Feminina no Poder Judiciário, visando à equidade na participação de espaços de poder no judiciário.

Os painelistas debatedores são especialistas da Justiça Eleitoral de destaque nacional, como ministros do TSE, além de juristas e estudiosos na área e pesquisadores da academia. Militantes de movimentos sociais e partidários, estudantes universitários (as), pesquisadores (as) e comunidade em geral são o público do evento. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas na página da Fundação Wall Ferraz (fwf.pmt.pi.gov.br). Ao final do evento será concedido certificado de participação de quatro horas.

O evento foi planejado através de um grupo de trabalho composto pelo diretor geral do TRE-PI, Geraldo Sebastião Almeida Mota Filho; pelo juiz auxiliar da Presidência e Corregedoria do TRE-PI, Ítalo Márcio Gurgel de Castro; a juíza de Direito, Keylla Ranyere Lopes Teixeira Procópio; a superintendente executiva da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira, a presidente do Conselho Municipal de Direitos para a Mulher, Heline Silva Santos, e a secretária executiva de Políticad Públicas para Mulheres, Maria Helena Santos.

A programação será realizada na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), neste mês de março, mês da mulher, que tem seu dia comemorado internacionalmente em 8 de março, a partir de data oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) na década de 1970. A data simboliza a luta das mulheres em busca de condições de igualdade em nossa sociedade e é lembrada durante todo o mês de março.

O Painel, que está na sua primeira edição, é uma contribuição das instâncias envolvidas na luta por avanços na equidade de gênero e representatividade das mulheres na política, para uma sociedade mais justa e democrática.

PROGRAMAÇÃO:

PAINEL: MULHERES E PARTICIPAÇÃO POLÍTICA
14h30min  Formação da mesa de honra e abertura oficial do evento
HORÁRIO SUBTEMAS PAINELISTAS
15h às 15h30min A conquista do direito ao voto e o empoderamento das mulheres Ex-ministro Sebastião de Oliveira Castro FilhoEx-Ministro do STJ

 

15h30min às 16h Entraves à participação das Mulheres na Política Profa. Dra. Olivia Cristina PerezDoutora em Ciência Política pela USP

Profa Adjunta da UFPI

Sub-Coordenadora do Mestrado em Ciência Política UFPI

16h às 16h20min Debate mediado
16h20min às 16h50min A importância da participação feminina nos Poderes Federados Magistrada KeyllaRanyere Lopes Teixeira ProcópioJuíza Titular na 3º Vara da Família de Teresina

Coordenadora Nordeste da Associação dos Magistrados do Brasil Mulheres

16h50min às 17h20min Reforma Eleitoral e espaços à participação da mulher na política Magistrado Thiago Mendes de Almeida FérrerJuiz Eleitoral 2019/2021
17h20min às18h Debate mediado
18h Fala Magna do Ministro Ministro Tarciso Vieria de Carvalho NetoMinistro do Tribunal Superior Eleitoral

Mães atendidas pelo projeto Amor de Tia participam do curso de manicure

Vinte mulheres atendidas pelo projeto Amor de Tia estão participando do curso de Manicure e Pedicure ofertado pela Fundação Wall Ferraz. A nova parceria com a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres deve contribuir para que as atendidas pelo projeto sejam incluídas no processo de capacitação e qualificação profissional do município. A oferta do curso visa ainda aumentar a expectativa na vida profissional, financeira e na autoestima de cada uma dessas mães.

“Um dos nossos pilares é inserir. Então qualificar essas mulheres que em algum momento passaram por situação de violência e vulnerabilidade social vai proporcionar que elas aprendam uma profissão e possam trabalhar até mesmo de maneira autônoma. Trabalhamos com uma equipe de instrutores sensibilizados com a demanda desse público, que favorece o ótimo desempenho e processo de aprendizagem das alunas”, pontua a Gerente de Capacitação da Fundação Wall Ferraz, Thayse Aguiar.

O curso faz parte do Projeto Profissionalizar para Inserir, que tem como principal objetivo qualificar públicos e segmentos em situação de vulnerabilidade e risco social oportunizando capacitação e qualificação profissional voltada para inserção no mercado de trabalho, empreendedorismo e autonomia produtiva. Ao final, as mães receberão certificado com caga horaria de 60h.

O projeto Amor de Tia atende mulheres em situação de violência e promove apoio na reconstrução da sua autonomia através do atendimento, acolhimento, atenção e desenvolvimento psicossocial a seus filhos de um ano a dois anos e nove meses. O programa funciona no Centro de Convivência Saber Viver, bairro Matadouro, zona Norte de Teresina.

 

Fundação Wall Ferraz levanta interesse de mulheres por profissionalização

A Fundação Wall Ferraz, em parceria com a Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), lançou uma pesquisa, por meio de questionário, no aplicativo COLAB que tem como objetivo, captar o interesse das mulheres teresinenses por capacitação e qualificação profissional, dentre alguns cursos que serão postos como opção. Esta pesquisa irá subsidiar as ações da FWF nos projetos direcionados ao público feminino em nossa capital, como o Profissionalizar Mulher. Para acessar a pesquisa e enviarem suas solicitações e demandas as mulheres devem baixar o aplicativo COLAB e fazerem um cadastro.

“Essa pesquisa pública da Fundação Wall Ferraz, que está ativa no aplicativo COLAB, tem como objetivo saber quais são as preferências das mulheres em relação aos cursos que serão ofertados. Nós queremos saber quais cursos as mulheres de nossa cidade querem fazer, quais áreas de atuação profissional elas mais anseiam, por isso a importância dessas mulheres participarem da pesquisa e informarem esses dados. Nosso intuito é sistematizar as ações da Fundação Wall Ferraz para a profissionalização de mulheres, buscando uma capacitação inclusiva e que oportunize as mulheres a lutarem por autonomia, incremento de renda e igualdade de direitos já que ela vai ter a mesma qualificação e vai poder estar no mercado de trabalho de igual para igual”, pontuou Heline Silva, Assessora Técnica da Fundação Wall Ferraz.

O Projeto Profissionalizar Mulher, que conta com parceria da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, será relançado neste ano e vai incluir outros cursos de capacitação voltados para mulheres e que devem atender principalmente mulheres em situação de vulnerabilidades social que são atendidas por programas sociais do Governo Federal. Na primeira fase do Projeto Profissionalizar Mulher, de 2013 a 2015, a Fundação Wall Ferraz qualificou mais de 1000 mulheres em diversas áreas, incluindo algumas tidas como exclusivas do universo masculino, como é o caso da Construção Civil.

COLAB tem sido utilizado pela Prefeitura de Teresina desde 2014 e é uma ferramenta criada com o objetivo de conectar pessoas que desejam reportar e divulgar demandas de suas respectivas regiões, servindo como ponte entre a população e o poder público.

Usuários de Android e iOS podem baixar do aplicativo do COLAB gratuitamente em seus smartphones e compartilhar as demandas de seus bairros.