FWF realiza cursos presencias nos centros de capacitação

A Fundação Wall Ferraz está realizando cursos presenciais, que deram início no final do mês de Julho, e começo de Agosto, nos centros de capacitação que funcionam nos bairros Vermelha e Satélite, e Balcão do trabalhador.

O centro de capacitação da FWF do Satélite (Rua Santa Teresinha, n 4618), está realizando o curso “Confecção do Vestuário, corte, costura e modelagem”, no turno tarde; Já o centro de capacitação da Vermelha (), está realizando o curso “Higienização e  Manipulação de Alimentos”, no turno noite, e os curso de “Recepcionista voltado ao Turismo”, “Qualidade no atendimento voltado ao Turismo”, em parceria com a SEMDEC através do projeto ‘Protur saúde’, que está sendo realizado no Balcão do trabalhador, no turno noite.

Através desses cursos, a FWF espera intensificar qualificação profissional em Teresina para quem deseja disputar uma vaga no concorrido mercado de trabalho, e também, estimular o surgimento de novos empreendimentos na capital.

Todas as atividades da FWF estão voltadas para oferecer mais oportunidades aos jovens que correm atrás do primeiro emprego ou querem abrir o próprio negócio, e aos trabalhadores que buscam voltar ao mercado de Trabalho.

FWF e Semjuv oferecem cursos de capacitação para jovens

A Fundação Wall Ferraz em parceria  com a Secretaria Municipal da Juventude dará início, na próxima semana, as inscrições para o projeto “Jovem que Trabalha” com cursos de capacitação profissional em diversas áreas.

Dentro do programa de autoria da vereadora Fernanda Gomes, os cursos têm o objetivo de estimular a geração de emprego e renda para jovens, oferecer qualificação e experiência profissional e diminuir o impacto de reflexos na atividade econômica para a juventude.

“Essas ações são ricas, uma vez que nosso maior objetivo é a geração de emprego e renda para os jovens, a fim de qualificar para que eles tenham espaço no mercado de trabalho”, comentou a Secretária Municipal da Juventude, Eliana Lago.

Segundo a Vereadora Fernanda Gomes, essa ação foi pensada ainda durante a campanha quando ela via a necessidade dos jovens terem experiência profissional para entrar no mercado de trabalho.

“O desemprego que nos move, a falta de experiência dificulta a entrada no mercado de trabalho, e, na maioria das vezes,não é a falta de qualificação, mas sim a falta de experiência exigida nas empresas para esses jovens”, enfatizou a Vereadora Fernanda Gomes.

“Qualificação profissional é importante em qualquer momento da vida do ser humano, sobretudo para a juventude, que deseja ingressar no mercado de trabalho e anseia o seu primeiro emprego, nada melhor que ter a oportunidade de realizar um curso de qualificação profissional, para que aprenda um ofício, tenha uma certificação e tenha esse sonho de ingressar no mercado de trabalho facilitado. A Fundação Wall Ferraz por meio da Prefeitura de Teresina com o apoio da Semjuv, visa sanar essas dificuldades ofertando esses cursos de qualificação profissional para a juventude”, pontuou o presidente da Fundação Wall Ferraz, Maykon Silva.

Dentre os cursos oferecidos estão vendedor, balconista de farmácia, assistente administrativo, recepcionista e operador de caixa.

As inscrições estão prevista para iniciar na próxima segunda – feira(23), no site na Semjuv.

Confira aqui o cronograma de oferta

FWF atendeu 320 mulheres no projeto “Ônibus lilás”

A Fundação Wall Ferraz (FWF), em parceira com a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres(SMPM), participou do projeto “Ônibus lilás”, entre os dias 03/08 a 06/08, e atendeu cerca de 320 mulheres. As atividades foram realizadas nas comunidades: Boa Hora (zona rural norte), Santa Teresa (zona rural leste), Taboca do Pau Ferrado (zona rural sudeste), e Cerâmica Cil (zona rural sul).

Desta vez, as mulheres em situação de vulnerabilidade social e violência doméstica, atendidas pela SMPM, participaram do projeto Ônibus Lilás, que orientou sobre violência doméstica e prestou assistência técnica jurídica para mulheres, uma parceria entre estado e município.

Além disso, os órgãos da justiça estavam presentes prestando atendimentos sobre processos e medidas judiciais, como pedidos de divórcios, atualização da medida protetiva, alimentos e pensão.

A  FWF prestou atendimentos às mulheres, com as atividades de “corte de cabelo”, “Design de sobrancelhas” e “artesanato”, tudo em prol desenvolver momentos de lazer, que elevem a alto estima dessas mulheres em situação vulnerabilidade social. Além de executar cursos de qualificação profissional, também busca levar ações de cidadania e serviços para a comunidade em geral.

Hotéis de Teresina contratam alunos de cursos da FWF

A rede hoteleira de Teresina está começando a absorver alunos dos cursos da Fundação Wall Ferraz realizados, exclusivamente, para atender as necessidades do setor na capital.

Em junho, a FWF iniciou um curso de “Práticas para camareira de hotelaria” e dois de “Práticas para recepcionista de hotelaria”, em parceria com o Grupo Arrey Hotels, visando oferecer mais mão de obra qualificada aos hotéis e motéis de Teresina.

“Estamos atendendo também a iniciativa privada com esses cursos de qualificação profissional, que estão formando profissionais capacitados para ocupar vagas disponíveis no mercado de trabalho. A parceria com o Grupo Arrey, sem dúvida alguma, vai gerar novos empregos nesse segmento”, afirmou Maykon Silva, presidente da FWF.

“Nossa parceria com a Fundação Wall Ferraz foi positiva e agregadora porque sempre precisamos de mão de obra de qualidade. E nessa retomada das atividades, depois desse cenário de pandemia, essa parceria é fundamental para que possamos oferecer melhores serviços aos nossos clientes”, ressalta Marília Lima, diretora-geral do Grupo Arrey Hotels.

O curso de “Práticas para camareira de hotelaria”, que capacitou 15 alunos, foi encerrado na última terça-feira (20). Já os dois cursos de “Práticas para recepcionista de hotelaria”, que reúnem 30 alunos, ainda estão em andamento, com previsão de encerramento para o mês de agosto. Até agora, três alunas foram aproveitadas por hotéis da capital e uma foi contratada para trabalhar em um motel.

“O curso veio num bom momento. Com ele consegui meu primeiro emprego para ter estabilidade financeira. E, claro, em meio a essa pandemia, um emprego é ótimo”, disse Vitória Santos, aluna do curso de camareira.

FWF e Semcaspi articulam parceria para realização de cursos

A Fundação Wall Ferraz e a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas deram inicio, nesta terça-feira (04/05), a uma parceria visando o oferecimento de cursos e workshops voltados para pessoas com deficiência (PcD).

A reunião contou com as presenças do presidente da FWF, Maykon Silva, e o coordenador do “Projeto Abrace Nós”, da Semcaspi, Ricardo Oliveira. Ficou acertado que a fundação reservará um percentual de 20% do número de vagas, para pessoas com deficiência, de todos os cursos oferecidos pela FWF.

Os cursos serão ministrados nos centros de capacitação da fundação, espalhados nos bairros de Teresina e começarão pelo polo da Vermelha. O curso de empreendedorismo terá início no próximo dia 10/05, e o de informática, no dia 17/05.

“Ficamos muito contente com a reunião de hoje, onde podemos estreitar a relação com a FWF e também poder vê essa parceria se desenvolvendo, já que a fundação sempre esteve presente nos nossos projetos,” ressaltou, Ricardo Oliveira.

Venezuelanos concluem curso de “corte de cabelo” da FWF

A Fundação Wall Ferraz finalizou hoje (16), o curso de “corte de cabelo masculino” para 15 venezuelanos, no Centro de Capacitação do Itaperu. “Apesar da pandemia estamos levando qualificação profissional a quem mais precisa nesse momento”, ressaltou Maycon Silva, presidente da FWF.

Durante duas semanas, os participantes aprenderam as técnicas de linha, graduação e camadas, através de aulas completas, ensinadas passo a passo, para que todos pudessem executar, de forma prática e precisa, os cortes mais pedidos nos salões, tornando-se experts em vários estilos.

“Eles chegaram sem nenhum conhecimento técnico dessa atividade. Mas agora estão capacitados nessa arte da transformação. A pedido do grupo também fizemos um novo módulo sobre química capilar”, relata Keila Silveira, instrutora da FWF, na área de imagem pessoal.

No ano passado todos os participantes do curso deixaram a Venezuela, que enfrenta um caos político, econômico e institucional. Com a falta de emprego e de recursos básicos para a sobrevivência por lá, esses venezuelanos, assistidos pela PMT, podem criar agora, condições para viver em Teresina.
“Gostei muito do curso, porque aprendi uma nova atividade e agora tenho a possibilidade de arranjar um trabalho aqui”, afirmou Cilios Pacheco, venezuelano de 20 anos, que veio da cidade de Maruska.

Parceria entre FWF e SEMCASPI promove autocuidado a pessoas em situação de rua no Lindolfo Monteiro

Ascom/PMT

As pessoas em situação de rua que estão abrigadas no estádio Lindolfo Monteiro tiveram uma manhã de cidadania e promoção do autocuidado. Uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas e a Fundação Wall Ferraz levou o serviço de corte de cabelo.

“No Lindolfo Monteiro, a equipe tem realizado um belo trabalho de atendimento a essa população. Os profissionais de saúde e assistentes sociais têm acompanhado essas pessoas diariamente. E a parceria com a FWF é importante nesse processo de cuidado”, afirma o secretário.

As instrutoras da fundação atenderam 26 das 36 pessoas que estão abrigadas no local. De acordo com o secretário Samuel Silveira, da Semcaspi, essa iniciativa tem como objetivo promover cidadania e para que eles resgatem os cuidados com o corpo.

“Em tempos de pandemia, a higiene e autocuidado são aliados contra a propagação de doenças. A FWF levou parte do projeto Ação Cidadania ao estádio Lindolfo Monteiro, atendendo pessoas em situação de rua que estão abrigadas naquele espaço, com o serviço de corte de cabelo, obedecendo todas as recomendações de distanciamento social e uso de EPIs. O objetivo da ação é levar um pouco mais de cidadania a essas pessoas, que muitas vezes perdem a percepção de si e dos cuidados com o corpo e a saúde, colaborando com o resgate da cidadania. A ação também vai incluir um bate-papo sobre autocuidado”, disse Heline Santos, superintendente Executiva da FWF.

O Lindolfo Monteiro foi preparado para receber até 75 pessoas em situação de rua durante a pandemia do coronavírus. A estrutura conta com alojamentos separados para homens, mulheres e pessoas com algum sintoma de problema de saúde, além de estande com equipe de saúde multiprofissional, distribuição de refeições diárias, itens de higiene e limpeza diária do local.

Parceria entre Lagoas do Norte e FWF oferece cursos para moradores de 13 bairros

A população que vive na região de abrangência do Programa Lagoas do Norte terá acesso a dois cursos profissionalizantes que possibilitarão qualificar mão de obra para o trabalho na construção. Através de uma parceria com a Fundação Wall Ferraz, serão ofertadas 50 vagas nos cursos de aplicador de revestimento cerâmico e pintor de obra.

Os (as) interessados (as) precisam ter pelo menos 18 anos, ensino fundamental incompleto, residir nos 13 bairros compreendidos pelo PLN e projeto Vila Bairro Segurança e estar desempregado. No ato da inscrição, é necessário que o candidato apresente a cópia da carteira de trabalho e comprovante de que reside nos bairros atendidos pelo Lagoas do Norte (Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim).

“Dentro da abordagem multissetorial do Lagoas do Norte, o olhar para as comunidades em que ele está inserido é uma constante. Nisso, identificamos a procura de moradores por emprego e também a busca de mão de obra qualificada na própria região, que vem crescendo com edificações e urbanização. Por isso, decidimos fazer essa parceria para ofertar profissionalização para homens e mulheres que vivem nos 13 bairros que compõem o programa”, afirma Márcio Sampaio, diretor do Lagoas do Norte.

As inscrições ainda não têm data para serem iniciadas. Porém, os locais dos cursos já estão definidos. O curso de pintor de obras terá um total de 80 horas/aula e acontecerá no prédio da administração do Parque Lagoas do Norte. E o curso de aplicador de revestimento cerâmico será ministrado no Centro de Capacitação do bairro Parque Alvorada e totalizará 140 horas/aula.

“Mais uma vez nós confirmamos a nossa atenção com os moradores da região do Programa Lagoas do Norte. Um projeto como este leva para estas pessoas uma perspectiva real de mudança de vida através da profissionalização, considerando que o foco são pessoas que estão fora do mercado de trabalho”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Fundação Wall Ferraz firma parceria com startup e planeja oferta de 20 vagas para o curso de Pré-vendas no Varejo

Para fortalecer ainda mais a política de qualificação profissional e geração de emprego e renda, a Fundação Wall Ferraz busca ampliar as parcerias com o segmento empresarial e sociedade civil. A nova parceria com a startup Baghome, visa qualificar e consolidar oportunidades de trabalho aos teresinenses.

Ao todo, serão abertas 20 vagas para o curso de Pré-Vendas no Varejo, que será realizado no Centro de Capacitação do bairro Vermelha, zona Sul de Teresina. Os candidatos deverão ter experiência em vendas e conhecimento na área de informática. Com a formação, os egressos estarão aptos a prestar consultoria de vendas para lojas e magazines, através de um modelo inovador no varejo de moda e também poderão ser recrutados pela empresa Baghome para atuarem como microempreendedores individuais. As pré-inscrições vão ser realizadas na sede do Balcão do Trabalhador no início de fevereiro.

“Dentro de uma experiência de formação para uma área especifica que o mercado passa demandar dentro dos novos formatos de relacionamento do segmento de vendas, a Fundação Wall Ferraz irá ofertar uma formação direcionada a uma atividade específica na área de vendas, exatamente visando atender a uma necessidade que o segmento empresarial tem neste momento no ramo da moda. Essa parceria com a empresa Baghome representa uma inovação e articulação que nós buscamos manter entre a formação profissional que é realizada pela prefeitura e o trabalhador que é demandado pelo mercado de trabalho”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

O Balcão do Trabalhador fica localizado na Rua Firmino Pires, número 379, sala 138, Centro Sul no Edifício Saraiva Center (mesmo prédio do IPMT). Para informações, os interessados que cumpram os pré-requisitos também podem ligar para o telefone 3215-7814.

A empresa Baghome, é a única startup do Piauí no segmento de moda que trabalha com a venda diferenciada, atendendo clientes com necessidades específicas previamente cadastrados no site da empresa.

O segmento de moda está entre os principais mercados de consumo do pais, movimentando em 2017, cerca de R$ 220 bilhões em receitas anuais com a comercialização de 6,24 bilhões de peças de vestuário, segundo dados do Painel Anual do IEMI (Inteligência de Mercado). Crescendo em receita e volume, este é um segmento que traz chances reais de geração de emprego e renda em todo o país.

Todos os cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria de qualidade de vida.

Fundação Wall Ferraz convoca nove instrutores aprovados

Mais nove aprovados foram convocados na manhã desta terça-feira (22) para compor o quadro de instrutores da Fundação Wall Ferraz. Os novos instrutores vão atuar nas áreas de Gestão e Negócios Turismo e Lazer, Idiomas, Informática e Confecção Têxtil, ministrando aulas nos cursos de Assistente Administrativo, Operador de Caixa, Organizador de Eventos, Espanhol Instrumental e Confecção do Vestuário.

“Com esta décima segunda convocação de instrutores aprovados por meio de processo seletivo nós renovamos mais uma vez o principal objetivo da Fundação Wall Ferraz, que é proporcionar qualificação profissional ao teresinenses”, afirmou Thayse Aguiar, Gerente de Capacitação da Fundação Wall Ferraz.

Os convocados devem comparecer à sede da sede da FWF – Praça Marechal Deodoro (Praça da Bandeira), n°900, das 07h30min às 13h nos dias 23 e 24 de maio munido dos originais e cópias dos seguintes documentos: RG, CPF, título de eleitor e comprovante de quitação eleitoral, certificado de reservista (caso seja do sexo masculino), certidão de nascimento ou casamento, comprovante de residência recente e foto 3×4 recente. O candidato convocado que não comparecer no prazo determinado será considerado desistente, sendo automaticamente excluído do Processo Seletivo Simplificado, convocando-se o candidato imediatamente subsequente.

As inscrições para o processo seletivo de instrutores de 2018 aconteceram de forma eletrônica no site da Fundação Wall Ferraz, no período de 05 a 09 de fevereiro, e o resultado final do processo seletivo foi divulgado no dia 2 de março, no site da instituição.

Confira a lista de convocados