Quase mil candidatos poderão ser eliminados de processo seletivo

Encerraram na última sexta-feira (31/01), as inscrições para o processo seletivo para escolha de instrutores que irão atuar nos projetos de profissionalização realizados pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz. Ao todo 1.408 pessoas fizeram a inscrição pelo site da instituição, mas destes, apenas 442 realizaram a entrega das documentações exigidas para efetivar a participação no processo.

De acordo com Scheyvan Lima, Presidente da Fundação Wall Ferraz, as 966 pessoas que ainda não entregaram a documentação, tem até as 13h desta segunda-feira (03/02), para efetivar a participação no processo seletivo. “O edital é bastante claro sobre a inscrição pelo site, seguida pela entrega dos documentos aqui na sede da Fundação Wall Ferraz”, enfatiza Scheyvan Lima, afirmando ainda que para melhorar o atendimento presencial, a instituição irá aumentar o numero de funcionários a fim de dar agilidade ao processo de recebimento dos documentos.

Em 2019, cerca de 200 profissionais aprovados para o cadastro de reserva foram convocados. Neste ano, com o aumento da demanda, é possível que mais profissionais sejam chamados. O edital reserva ainda 5% de vagas para pessoas com deficiência.

Os selecionados irão atuar em 12 áreas, garantindo a melhoria nos serviços que já são oferecidos aos teresinenses. Nesta edição, serão selecionados profissionais na área da alimentação, ambiente e saúde, artesanato, beleza e estética, confecção têxtil, gestão e negócios, idiomas, informática/eletrônica, infraestrutura, mecânica, turismo/hospitalidade/lazer, controle e processos industriais, formação socioprofissional e imagem.

Veja o edital

The Vejo na Ponte terá serviços de maquiagem, pintura de rosto e oficinas

Neste domingo (2) será realizada mais uma edição do Festival The Vejo na Ponte, que neste mês tem como tema o Carnaval. O evento contará com apresentação de diversas atrações culturais e ainda serviços oferecidos pela Fundação Wall Ferraz, entre eles a pintura de rosto infantil, maquiagem temática e oficinas de adereços carnavalescos.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, o evento já faz parte do calendário cultural de Teresina, e a cada edição, tem atraído um número maior de pessoas. “Convidamos a todos que forem ao Festival para passar no stand da Fundação e utilizar os serviços gratuitos que estaremos oferecendo durante todo o evento”, afirma Scheyvan Lima.

Na parte musical, o The Vejo na Ponte contará com shows de Jhony Fred, Júnior é Show
e Lene Groove. O evento é totalmente gratuito e será realizado no Complexo Cultural da Ponte Estaiada, localizado na Avenida Raul Lopes, no Bairro de Fátima, na zona Leste da capital.

O The Vejo na Ponte é realizado pela Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FCMC), e com apoio da Fundação Wall Ferraz (FWF).

Fundação Wall Ferraz levará serviços gratuitos para o Teresina em Ação

Acontece neste sábado (01), a partir das 08h, na Praça do bairro Vale do Gavião, na zona Leste da capital, mais uma edição do Projeto Teresina em Ação, que é realizado pela Prefeitura de Teresina em parceria com a TV Clube. Durante o evento a Fundação Wall Ferraz irá oferecer serviços gratuitos de corte de cabelo, pintura de rosto, oficina de adereços e oficina de customização de roupas, ambas voltadas para o período carnavalesco.

O estudante Jarbas Sousa, que mora na região onde ocorrerá o primeiro Teresina em Ação do ano, conta que está ansioso para participar do evento, ele garante que será um dos primeiros da fila. “Eventos como este só engrandece ainda mais a nossa comunidade, e aproveitando a oportunidade irei também cuidar da minha beleza no stand da Fundação Wall Ferraz”, afirma.

Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, conta que a instituição já renovou a parceria para participar de todas as edições do Teresina em Ação de 2020, e alertou que a população deve ficar atenta ao calendário feito pela organização, que irá beneficiar várias comunidades da capital. “Ver o brilho no olhar de uma pessoa que é atendida nestas ações, não tem preço, e por isso fizemos questão de continuar apoiando atividades que visam melhorar a alta estima dos teresinenses”, comenta.

Também são parceiras do Teresina em Ação a Fundação de Saúde – FMS, que levará a comunidade orientações de saúde, aferição de pressão, oficinas, distribuição de preservativos; o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS com atualização e cadastramento do Cadastro Único para os programas sociais do Governo Federal; o CREA-PI/Programa Jovem Engenheiro com orientações gratuitas à regularização e demarcação de terras; a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer – SEMEL, com atividades recreativas; a Secretaria Municipal de Educação – SEMEC com rodas de leituras, contação de histórias, e ainda os serviços da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

Workshop de Orientação Profissional acontece na segunda (20)

Direcionado para quem deseja se preparar gratuitamente para os concorridos processos seletivos das empresas, a Prefeitura de Teresina, através do Projeto Balcão do Trabalhador da Fundação Wall Ferraz, realiza o primeiro Workshop de Orientação Profissional de 2020 na próxima segunda-feira (20). O Workshop do Currículo à Seleção, ocorrerá ás 09h, no Auditório da Casa da Cultura, localizado na Praça Saraiva, no Centro da capital.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, durante o Workshop serão abordados vários aspectos do processo de admissão, tais como: elaborar um currículo atrativo, marketing pessoal, como se comportar em uma entrevista de emprego e também serão discutidas as perguntas mais frequentes feitas pelos recrutadores.

“Além disso, os participantes também vão receber informações de como utilizar a internet e as mídias digitais em busca de oportunidades de emprego”, afirma Scheyvan, enfatizando ainda que no final do processo, os participantes terão seus perfis profissionais cadastrados no banco de dados ficando à disposição das empresas que precisam de mão de obra.

“Com o Workshop a gente busca diminuir as inseguranças dos candidatos que buscam colocação no mercado de trabalho. O ideal é que o candidato seja o mais claro e objetivo possível tanto na construção do currículo como na hora da entrevista. Nada de mentir, falar de cursos que nunca fez, inventar experiências. Quando você tenta enganar o selecionador com informações inverídicas já está dizendo que não é uma pessoa confiável. Tudo isso é discutido durante o workshop justamente para preparar os candidatos para todas as etapas de seleção”, afirmou Átila Araújo, psicólogo e coordenador do Projeto Balcão do Trabalhador.

Para se inscrever, basta o interessado se dirigir até a sede do Balcão do Trabalhador, localizada na Rua Firmino Pires, número 379, sala 138, no Edifício Saraiva Center (IPMT), Centro Sul de Teresina. As inscrições iniciam nesta quinta-feira e seguem até amanha sexta-feira (17), das 07h30 às 13h30, ou na segunda-feira no local do Workshop.

Curso na área de moda profissionaliza teresinenses

O projeto “Profissionalizar Teresina” está ajudando a realizar o sonho de conquistar a profissionalização de 25 moradores da região do bairro São Joaquim, na zona Norte da capital. Através do Curso de Corte de Costura em Tecido, oferecido pela Fundação João Alves de Deus – FUNJAD, por meio de uma parceria com a Fundação Wall Ferraz (FWF), o projeto leva formação profissional às diferentes comunidades através de ONGS, entidades comunitárias ou religiosas.

Para Samara Pereira, Superintendente Executiva da Fundação Wall Ferraz, a qualificação profissional é uma ferramenta fundamental para quem almeja conquistar sucesso no mundo do trabalho. “O objetivo da Fundação Wall Ferraz é levar formação profissional às diferentes pessoas, comunidades e bairros de Teresina. Desta forma, tornamos acessíveis novas oportunidades de melhoria de vida através do aprendizado e capacitação profissional, de modo que depois de qualificados, os alunos tenham novas perspectivas de inserção no mercado de trabalho. Seja para quem busca inserção no mercado formal ou mesmo quem desenvolve atividades autônomas, é essencial estar bem preparado para realizar as atividades”, pontua.

Uma das alunas do curso foi Leidiciane da Silva, de 28 anos, ela conta que já tinha uma pequena experiência na área, mais era algo que ela tinha aprendido com o tempo, e que não a qualificava para atuar no mercado de trabalho. “Com o curso aprendi a manusear a tesoura, usar máquina industrial e ainda a trabalhar de forma adequada com o tecido, e agora estou preparada para confeccionar qualquer tipo de roupa”, conta Leidiciane da Silva, afirmando ainda que já está confeccionando a roupa de sua família, e que seu próximo passo é abrir um atelier.

Os cursos oferecidos pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e os interessados em participar devem atentos ao calendário, que é divulgado através do site fwf.pmt.pi.gov.br. As entidades sem fins lucrativos que desejam serem parceiras na realização de cursos devem procurar a sede da entidade para oficializar a intenção.

Curso profissionalizante oferece oportunidade para moradores do São Joaquim

Durante dois meses, 20 moradores do bairro São Joaquim na zona Norte de Teresina, obtiveram conhecimento profissional na área da refrigeração e, agora, estão aptos para ingressar no mercado de trabalho. O curso foi promovido pela Fundação João Alves de Deus – FUNJAD, com apoio da Fundação Wall Ferraz (FWF).

Para Scheyvan Lima, presidente da FWF, cursos como esse servem não somente para gerar oportunidades de renda, mas também para melhorar a autoestima das pessoas. “Estamos ampliando parcerias com associações, ONGs e igrejas para aumentar ainda mais as chances daqueles que querem mudar de vida”, comenta Scheyvan, que aproveitou a oportunidade para informar que em breve, a instituição irá realizar um processo seletivo para instrutores que irão atuar durante todo o ano de 2020.

Segundo Amparo Ribeiro, técnica da Fundação Wall Ferraz, o Curso de Refrigeração garantiu aos participantes a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho, já que segundo ela essa é uma área em constante crescimento na capital. “O setor pedagógico da FWF está antenado com as necessidades do mercado. Por isso realizamos cursos onde os participantes possam ter uma renda imediata, para que possam melhorar o orçamento financeiro de suas famílias”, conta.

O instrutor Domingos Neves conta que durante o curso os alunos aprenderam a projetar instalação de sistemas de refrigeração utilizando as boas praticas. “Eles também tiveram a oportunidade de aprender a coordenar a execução da instalação e da manutenção de sistemas de refrigeração, seguindo legislação e normas técnicas, ambientais, de saúde e segurança no trabalho”, afirma Domingos Neves.

O pintor Antonio José, de 40 anos, buscou o curso porque pretende mudar de profissão, e para ele uma oportunidade gratuita foi o momento certo. “Já trabalho como pintor há cerca de dez anos, mas hoje vejo que a área da refrigeração irá me possibilitar a melhorar a renda da minha família”, comenta.

Os cursos oferecidos pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e os interessados em participar devem atentos ao calendário, que é divulgado através do site fwf.pmt.pi.gov.br. As entidades sem fins lucrativos que desejam ser parceiras na realização de cursos devem procurar a sede da entidade para oficializar a intenção.

Jovens buscam cursos profissionalizantes para tentarem abrir o próprio negócio

Os moradores do bairro Dirceu Arcoverde, na zona Sudeste de Teresina, contam agora com novos profissionais que já estão aptos a ingressarem no mercado de trabalho graças a um curso profissionalizante oferecido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz. Com duração de 60 horas/aula, o curso de Corte de Cabelo e Barbearia foi realizado no Centro de Capacitação do Dirceu e atendeu 30 moradores da região.

De acordo com o presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, o objetivo da instituição é levar a possibilidade de qualificação profissional para cada vez mais pessoas. Ainda de acordo com ele, somente neste último trimestre do ano, foram abertas mais de mil vagas em cursos realizados em diversas comunidades da capital. “O curso de cabeleireiro, por exemplo, permite que o aluno use os conhecimentos para se cuidar e economizar ou mesmo para iniciar um negócio que depende primordialmente do seu esforço pessoal, a exemplo de vários que já foram capacitados pela Fundação Wall Ferraz e que hoje já conseguiram abrir a própria barbearia”, afirma Scheyvan Lima.

Segundo Antônio Freitas, coordenador do Centro de Capacitação do Dirceu, o curso de Corte de Cabelo e Barbearia oferecido na entidade é de muita importância para a comunidade, pois, além de profissionalizar os participantes, também é um mecanismo para que elas possam conseguir um emprego digno. “Essa é uma área que está crescendo muito no Grande Dirceu, por isso acreditamos que os alunos terão uma rápida resposta do mercado de trabalho”, comenta Antônio Freitas.

Desempregado há mais de um ano, o jovem José Fernando conta que procurou o curso para adquirir conhecimento e tentar abrir a própria barbearia. “Termino este curso com a certeza de que agora eu terei chances para abrir meu próprio negócio, pois hoje ser seu próprio patrão é o sonho da maioria dos jovens”, conta José Fernando.

Leidinara Nobre também fez parte da turma, para ela essa foi uma oportunidade ideal para aqueles que querem crescer na vida, pois dá oportunidade de independência financeira. “Através deste curso podemos levar o conhecimento adquirido para qualquer lugar que eu for, e por isso sou muito grata à Fundação Wall Ferraz, por ter dado essa chance para nós moradores do Dirceu”, afirma Leidinara Nobre, afirmando que também irá investir em um negócio próprio.

O Centro de Capacitação do Dirceu fica localizado na Rua 54 s/n, próximo à Unidade Escolar Pires de Castro, no Bairro Dirceu II. Para participar dos cursos gratuitos basta ficar atento ao calendário divulgado no site fwf.pmt.pi.gov.br.

Ultimo workshop profissional do ano acontecerá nesta terça (17)

Acontece nesta terça-feira (17), às 9h, o último Workshop Profissional do ano. Com foco nos desafios de montar o perfil profissional e de como tirar proveito de uma seleção, a ação faz parte do Projeto Balcão do Trabalhador, que é idealizado pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz.

O workshop é gratuito e será realizado no auditório da Casa da Cultura, na Rua Rui Barbosa, 348 – Centro Sul. As inscrições podem ser realizadas na segunda-feira (16), na sede do Balcão do Trabalhador, e até o horário do início do evento no próprio local. Ao final, o participante receberá o certificado de participação.

Nesta edição, o workshop terá a participação de Átila Araújo, que além de coordenador do Balcão do Trabalhador, é psicólogo com formação em Psicologia Comportamental. “Vamos dar informações sobre esse processo da busca pela vaga de emprego, para que os participantes fiquem melhor preparados e seguros durante a seleção das empresas. Quanto mais qualificados e preparados, mais os teresinenses terão possibilidades de êxito na conquista de uma vaga”, pontua Atila Araújo.

Todas as informações sobre novos workshops, vagas de empregos e cursos profissionalizantes estão disponíveis no site fwf.pmt.pi.gov.br. 

 

Teresinenses são capacitados para atuarem em farmácias da capital

Os estabelecimentos que comercializam medicamentos, cosméticos e produtos de higiene pessoal passam a contar, a partir de agora, com novos profissionais capacitados pela Prefeitura de Teresina, através da Fundação Wall Ferraz. O Curso de Atendente de Farmácia realizado no Centro de Capacitação do Dirceu II, na zona Sudeste da capital, garantiu a 35 moradores da região a oportunidade para que eles possam ingressar no mercado de trabalho.

Segundo o presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, apesar de serem vistas como um comércio, as farmácias também são um estabelecimento de saúde, e para atuar na área o profissional deve ter no mínimo um curso profissionalizante e obedecer a diversas regras que regem os profissionais de saúde. “Ao longo dos dois últimos anos tem crescido visivelmente o número de farmácias na capital, mas muitas vezes elas deixam de contratar a mão de obra por falta de profissionais qualificados, por isso estamos melhorando a oferta nesta área, garantindo oportunidade para aqueles que buscam ingressar no mercado de trabalho”, afirma Scheyvan Lima, esclarecendo ainda que o atendente de farmácia não substitui o farmacêutico, que é uma função diferente, e com nível educacional superior.

O curso teve duração de 60 horas aulas, e foi ministrado pela professora Kelly Ane Costa, formada em Biologia/UESPI e em Farmácia/FSA, e que faz parte do corpo de instrutores da Fundação Wall Ferraz. Ela conta que ficou muito feliz com a oportunidade de passar seus conhecimentos para aqueles que desejam mudar de vida através de um emprego digno, e que os alunos tiveram os mesmos métodos de aprendizado utilizados pelos cursos particulares. “Foi um curso muito rico com um material didático bem elaborado. As aulas conciliaram a teoria discutida em sala de aula com a prática, através de uma simulação realística daquilo que eles irão encontrar no mercado de trabalho”, disse a professora, afirmando que ficou surpresa com o desempenho dos alunos.

Na sala de aula, a pedagoga Ivonete dos Santos, que reside no bairro Renascença II, aproveitou cada momento para aprender os ensinamentos oferecidos durante o curso, a ideia dela é deixar a profissão atual para atuar no atendimento de farmácia. “Esta foi uma oportunidade muito boa para nós que não temos acesso a cursos particulares, com o que aprendi já estou apta a trabalhar em qualquer farmácia, só que também pretendo fazer o curso de Libras, para ser algo a mais no meu perfil profissional”, comenta Ivonete Santos.

Além das noções técnicas da área da saúde, os alunos também participaram de aula em que foram debatidos temas relacionados à ética e moral, educação ambiental, qualidade de vida, noções de direitos trabalhistas e empreendedorismo. Essa segunda etapa foi ministrada pela professora Lea de Sousa Macedo, formada em Serviço Social, e que também faz parte do quadro de instrutores da Fundação Wall Ferraz.

Todos os cursos oferecidos pela Prefeitura de Teresina e Fundação Wall Ferraz são gratuitos e para participar basta que o interessado fique atendo ao calendário de novos cursos no site fwf.pmt.pi.gov.br. O curso de Atendente de Farmácia faz parte do Projeto Profissionalizar Teresina, que neste final de ano está capacitando cerca de mil teresinenses.

Mulheres do Centro Social São Bento recebem capacitação profissional

Vinte mulheres do Centro Social São Bento, localizado no Bairro Aeroporto, na zona Norte de Teresina, concluíram uma capacitação profissional oferecida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz. Através do Curso de Feltro, as mulheres da comunidade terão a oportunidade de usar o aprendizado para obter renda extra para ajudar no sustento de suas famílias.

De acordo com Samara Pereira, superintendente executiva da Fundação Wall Ferraz, durante todo o mês de dezembro estarão sendo finalizados diversos cursos profissionalizantes, garantindo de forma imediata renda para aqueles que desejam se inserir no mercado de trabalho. “Algumas alunas já começaram a trabalhar com a venda das peças criadas por elas ainda durante a execução do Curso de Feltro, com isso a Fundação Wall Ferraz ajuda a movimentar a economia da cidade”, contou, afirmando ainda que a entidade já está trabalhando a agenda de cursos para 2020.

A dona de casa Alda Rodrigues, de 74 anos, das alunas do curso, conta que sempre gostou de trabalhos manuais, e que pretende usar o conhecimento adquirido para ajudar outras mulheres da comunidade e para criar peças que decorem sua casa. “Estou muito grata por ter tido a chance de participar deste curso gratuito, pois através das técnicas que aprendi posso ajudar agora aquelas que desejam a arte do trabalho com Feltro”, comenta Alda Rodrigues.

O Centro Social São Bento é uma entidade sem fins lucrativos criada por pessoas da terceira idade e tem o objetivo de contribuir com os moradores da zona Norte. O mesmo fica localizado na Rua Pires de Castro, nº 3130, Bairro Aeroporto.

Todos os cursos e oficinas oferecidos pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos. Para participar o interessado deve fica atento ao calendário de novos cursos que sempre é divulgado pelo site fwf.pmt.pi.gov.br. As entidades que desejam receber cursos devem efetuar o pedido através de ofício e protocolado na sede da entidade, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 as 13h30.