Balcão do Trabalhador recebe currículos para seleção em empresa

O Balcão do Trabalhador inicia, nesta segunda-feira (11), a intermediação para 60 vagas de emprego na área de vigilância armada e patrimonial. Os interessados devem comparecer ao Balcão para a entrega de currículos no horário entre de 8h a 13h30 e apresentar a documentação exigida para os cargos disponíveis. O procedimento pode ser realizado até terça-feira (12).

O presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, destacou que o Balcão do Trabalhador é um intermediador de mão de obra. “Ou seja, a contratação não é feita pela Prefeitura. Recebemos esses currículos que são avaliados pela empresa contratante, que também indicam os pré-requisitos para o preenchimento das vagas”, ressalta. Ainda, de acordo com ele, quem já tem cadastro no Balcão do Trabalhador não precisa se apresentar para concorrer às vagas. “Aqueles que, ao longo do ano, cadastraram seus perfis no banco de dados já estão incluídos automaticamente na seleção”, pontuou.

Criado em 2014, o Balcão do Trabalhador é um projeto executado pela Prefeitura de Teresina através da Fundação Wall Ferraz, que tem como objetivo prestar orientação profissional e intermediar vagas de emprego junto ao empresariado para a população teresinense. O serviço funciona na Rua Firmino Pires, nº 379, Centro Sul, no Edifício Saraiva Center (mesmo prédio do IPMT).

Através de parcerias com empresas privadas, o Balcão do Trabalhador já encaminhou centenas de pessoas para o mercado de trabalho, além de realizar atendimento e orientação profissional para os alunos da Fundação Wall Ferraz, com palestras e workshops. Para ficar atualizado sobre ofertas de intermédio, workshops, Cursos, Oficinas, basta acessar o site fwf.pmt.pi.gov.br ou seguir a FWF nas redes sociais.

Pré-requisitos:

Ensino Médio completo.

Habilitação B.

Cursos de especialização exigidos para vigilante, em dia.

Todas as certidões criminais nas esferas federal e estadual atualizadas nos últimos 30 dias.

Comprovante eleitoral atualizado.

Experiência de seis meses na área como vigilante.

Cópias e originais de documentos e endereço.

Cópia dos certificados dos cursos e de escolaridade.

Currículo atualizado.

Cerca de 2 mil pessoas foram atendidas pela Fundação Wall Ferraz no último mês

A Prefeitura de Teresina está intensificando a realização de ações de cidadania por toda a capital, garantindo que mais pessoas possam ter acesso aos serviços oferecidos pela Fundação Wall Ferraz. Durante o mês de outubro ocorreram 31 ações, totalizando 1.948 atendimentos, que incluem serviços como corte de cabelo, design de sobrancelhas, esmaltação de unhas, pintura de rosto infantil, além das oficinas temáticas.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, as ações de cidadania têm como objetivo integrar socialmente a população, além de estimular a busca pela qualificação profissional. “Muitos dos nossos instrutores iniciaram a parceria com a FWF após serem atendidos por essas ações e isso nos deixa feliz, pois é a certeza que estes serviços estão atendendo seus propósitos”, disse ele, aproveitando ainda para lembrar que na próxima quinta-feira, 07, iniciam as ações de cidadania do mês de novembro.

Os bairros ou entidades, que queiram receber as ações de cidadania em suas comunidades, devem protocolar o pedido na sede da Fundação Wall Ferraz, que fica localizada na Rua Coelho Rodrigues, 900 (Centro/Norte), em frente à Praça da Bandeira. Já para quem quer ficar atento na agenda das ações, basta acessar o site fwf.pmt.pi.gov.br.

Fundação Wall Ferraz qualifica moradores da zona Norte

Nos últimos dias mais 34 moradores da zona Norte da capital receberam qualificação profissional através de cursos profissionalizantes para poder se inserir no concorrido mercado de trabalho. Os cursos fazem parte do Projeto Profissionalizar Teresina, que é desenvolvido pela gestão municipal, através da Fundação Wall Ferraz (FWF), dando oportunidades a jovens e adultos.

No bairro Poty Velho 14 pessoas receberam qualificação na área da Computação, que é um dos principais requisitos cobrados por empregadores na hora de contratar colaboradores para suas empresas. No bairro Parque Brasil II foi realizado o Curso de Agente de Portaria, beneficiando 30 moradores da comunidade, sendo que alguns deles já atuavam na área e buscaram o curso para se aperfeiçoar.

O presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, conta que o Projeto Profissionalizar Teresina vem se destacando na capital por colaborar de forma direta na inserção de pessoas no mercado forma ou informal. “Oferecemos cursos de formação inicial e continuada, garantindo que todos tenham oportunidades de entrar no mercado de trabalho”, destaca Scheyvan Lima, afirmando ainda que nos próximos dias mais moradores da região estarão concluindo a formação e que estão abertas as inscrições para novos cursos.

O agente de portaria Antônio Francisco, de 43 anos, conta que há três anos recebeu a oportunidade de trabalhar na área, mais que a falta de qualificação dificultou bastante o seu dia a dia no local de trabalho, e que após o curso ele se sente bem preparado. “Agora sim sinto que posso continuar atuando nesta área, pois antes como não tinha uma noção mais clara dos meus deveres no local em que trabalho, sentia uma grande dificuldade”, lembrou Antônio Francisco.

Para participar de cursos profissionalizantes da Fundação Wall Ferraz basta que o interessado fique atendo às ofertas disponibilizadas no site fwf.pmt.pi.gov.br. Na Fundação Wall Ferraz os teresinenses também têm acesso a workshops de orientação profissional que são realizados a cada quinze dias, e ainda a oportunidade para intermediação de empregos através do Balcão do Trabalhador.

Desafios do primeiro emprego será tema de workshop do Balcão do Trabalhador

O projeto Balcão do Trabalhador, da Fundação Wall Ferraz, promove na segunda-feira (04) mais um workshop. Esta edição terá como tema “Jovens superando os desafios do primeiro emprego” e irá trazer o master coach, analista comportamental e professor de pós-graduação em Gestão de Pessoas, Faustino Júnior, como palestrante.

De acordo com Samara Pereira, superintendente executiva da Fundação Wall Ferraz, essa é a oportunidade ideal para aqueles jovens que têm interesse em ingressar no mercado de trabalho. “A cada quinze dias a Fundação Wall Ferraz vem ofertando esses workshops a fim de colaborar com aqueles que buscam empregos, mas que encontram desafios até mesmo na hora de montar o perfil profissional”, comenta Samara Pereira.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizada até esta sexta-feira (01), das 07h30 às 13h, na sede do Balcão do Trabalhador, que fica localizado na Rua Firmino Pires – 379 (Edifício Saraiva Center), Centro Sul. Todas as informações sobre novos workshops, vagas de empregos e cursos profissionalizantes estão disponíveis no site fwf.pmt.pi.gov.br.

Prefeitura de Teresina oferece mais de mil vagas para cursos gratuitos

Iniciam nesta terça-feira (29) as inscrições para 1115 vagas em cursos profissionalizantes oferecidos gratuitamente pela Prefeitura de Teresina (PMT). Ao todo serão oferecidos 41 cursos pela Fundação Wall Ferraz (FWF), beneficiando várias associações moradores, conselhos comunitários, fundações e entidades sociais que se cadastraram ao longo de 2019.

Entre os cursos estão o de Assistente Administrativo, Manicure e Pedicure, Pintura em Tecido, Confeitaria, Organizador de Eventos, Operador de Caixa, Corte de Cabelo e Escova, Doces Finos, Decoração com Balões, Balconista de Farmácia, Agente de Portaria, Corte de Cabelo Masculino e Barbearia, Panificação, Design de Sobrancelha, Operador de Call Center, Feltro, Salgadeiro, Biscuit, Libras e Artesanato com materiais recicláveis. Os cursos terão duração de 25, 30 e 60 horas, sendo a maioria deles realizados no período da tarde, outros quatro no turno da manhã e três no período noturno.

O presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, explicou que essa é a segunda etapa dos cursos oferecidos neste segundo semestre, e que as vagas atendem a necessidade de cada região. Um estudo técnico verificou a demanda destes locais e um encontro com as lideranças definiu os espaços onde cada curso será realizado. “O mercado de trabalho está cada vez mais exigente, e sem qualificação fica mais difícil algumas pessoas conseguirem um emprego ou montar um negócio de sucesso”, destacou Scheyvan Lima.

Além de possuir a idade mínima de 16 anos, os interessados nos cursos devem ter nível de escolaridade compatível com a especificidade de cada curso. Para se inscrever, basta ir até um dos locais onde os cursos serão executados e apresentar documento de identidade com foto e CPF (originais e copias), além de comprovantes de endereço e de escolaridade.

A relação dos locais está disponível no site fwf.pmt.pi.gov.br na seção de cursos. As vagas serão preenchidas por ordem de chegada e encerrarão conforme a demanda de procura.

CONFIRA A RELAÇÃO DOS CURSOS E LOCAIS:

 

Prefeitura investe na humanização do atendimento ao público em órgãos municipais

Durante todo o mês de outubro, 65 servidores da Secretaria Municipal de Finanças (SEMF) estarão participando de uma capacitação que busca melhorar a qualidade no atendimento ao cidadão. A iniciativa faz parte do Projeto Servidor Capaz, realizado pela Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Wall Ferraz (FWF).

De acordo com Samara Pereira, superintendente executiva da Fundação Wall Ferraz, durante 30 dias os servidores terão acesso a oficinas onde serão debatidas noções como empatia em processos de atendimento, aspectos comportamentais na relação com o cidadão, atendimento e tratamento. “O objetivo da capacitação, além de valorizar o próprio servidor, é melhorar a qualidade do trabalho executado pela SEMF, proporcionando mais eficiência nos serviços prestados à população”, conta Samara Pereira.

O Projeto Servidor Capaz tem como objeto aperfeiçoar os processos de atendimento na gestão municipal e a Secretaria Municipal de Finanças é o primeiro órgão atendido. A capacitação é exclusiva para servidores públicos, e em breve outros órgãos também estarão recebendo a capacitação promovida pela Fundação Wall Ferraz.

Moradores da Cerâmica Cil concluem curso profissionalizante

Um total de 22 moradores da localidade Cerâmica Cil, na zona rural de Teresina, concluíram nesta quarta-feira(16) o Curso de Doces Finos, promovido pela Fundação Wall Ferraz.  A atividade faz parte do Projeto Capacitar para Empreender, da Prefeitura de Teresina, e teve duração de 60 horas aulas.

“Por trás destes cursos tem uma grande equipe envolvida, que trabalha  quase que diuturnamente para garantir a qualidade do projeto, e por isso fico feliz em ver que os esforços desses profissionais sendo compensados quando turmas como esta chegam ao final com 100% de aproveitamento” , conta Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, acrescentando ainda que o método aplicado durante o curso proporciona ao aluno a escolha de trabalhar em qualquer empresa ou abrir o próprio negócio.

Professora Socorro Rufino comemora a profissionalização dos 22 alunos

A professora Socorro Rufino explica que o curso foi dividido em duas etapas.  Primeiramente os alunos tiveram aulas sobre higiene no local de trabalho e em seguida eles partiram para as aulas práticas trabalhando com as receitas de doces. “Apesar de parecer fácil, a fabricação de doces finos é mais complexa do que muitos imaginam, pois para garantir a qualidade do produto tem que observar as técnicas corretas para que não haja erros”, afirma Socorro Rufino.

O Projeto Qualificar para Empreender tem como objetivo promover a qualificação profissional dos participantes e também fomentar o empreendedorismo. Além do Curso de Doces Finos, os moradores da Cerâmica Cil também estão participando do Curso de Eletricista Predial, beneficiando mais 15 populares da comunidade.

Para saber sobre novos cursos, bem como oficinas temáticas, ações de cidadania ou vagas de empregos, através do Balcão do Trabalhador, basta que o interessado acesse o site da Fundação Wall Ferraz que é o fwf.pmt.pi.gov.br. A entidade fica localizada na Rua Coelho Rodrigues , 900, no Centro/Norte, em frente à Praça da Bandeira.

Teresinenses participam de cursos gratuitos para garantir a qualificação profissional

Quatro cursos profissionalizantes gratuitos da Fundação Wall Ferraz (FWF) foram encerrados nesta semana e garantiram a qualificação de 91 teresinenses. Moradores dos bairros Redenção, na zona Sul; São João, na zona Leste; e ainda Leonel Brizola e Parque Brasil, ambos na zona Norte, participaram dos cursos de salgadeiro, feltro, panificação e corte de cabelo masculino e barbearia.

Todos os cursos aconteceram dentro do Projeto Capacitar para Empreender, que tem como objetivo incentivar o aluno a montar o seu próprio negócio. Além da capacitação profissional, no término das aulas, o aluno tem acesso a uma linha de crédito por meio do Banco Popular para investir na compra de equipamentos.

O jovem Atilas Moraes, morador da Vila São Francisco, na zona Norte, conta que optou pelo curso de Corte de Cabelo e Barbearia devido o crescente mercado. “Neste primeiro momento, vou usar meu aprendizado para fazer serviços simples, atendendo apenas amigos e vizinhos. Mas minha meta é abrir minha própria barbearia e, para isso, a linha de crédito vai me ajudar”, conta ele.

Para o presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, esta é a oportunidade ideal para aqueles que sonham em driblar a crise do desemprego montando o seu próprio negócio. “Através dos cursos oferecidos pela FWF, vários teresinenses já realizaram o sonho de trabalhar por conta própria. Isso para nós é muito gratificante, pois estamos garantindo um sustento justo para muitas famílias”, comenta Scheyvan Lima.

Os cursos do Projeto Capacitar para Empreender são realizados pela Prefeitura de Teresina, através da Fundação Wall Ferraz, e em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE, e com a Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMESTE), que por meio do Banco Popular irá ofertar uma linha de crédito para os alunos do Projeto Capacitar para Empreender.

561 pessoas foram atendidas pela Fundação Wall Ferraz no final de semana

A Fundação Wall Ferraz (FWF) participou, no último sábado (21), da 25ª edição do Projeto Teresina em Ação, evento realizado pela Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). O órgão ofereceu os serviços de corte de cabelo, oficinas de artesanatos e pintura de rosto infantil, totalizando 450 atendimentos.

A Fundação também esteve presente no Projeto Ajude um Pet, que ocorreu no Parque da Cidadania, e ainda no evento The encontro, realizado no Parque Encontro dos Rios. Nestas duas últimas ações foram oferecidos os serviços de pintura de rosto infantil e oficinas de artesanato, sendo registrados 111 atendimentos. Com isso, foram atendidas, no total, 561 pessoas, nos três eventos que aconteceram no final de semana.

O presidente da FWF, Scheyvan Lima, conta que essas parcerias fortalecem a oferta de serviços junto à população, além de despertar as habilidades manuais e possibilidades de geração de emprego e renda através das oficinas de artesanato. “Além do lazer, a Prefeitura de Teresina também trabalha com o despertar da formação profissional, e essa é uma oportunidade para que nós que fazemos a FWF possamos divulgar para o público os serviços oferecidos em nossos centros de capacitação e no Balcão do Trabalhador”, comenta Scheyvan Lima. Ele acrescenta que a instituição está aberta para novas parcerias, bastando apenas que os representantes de associações, fundações, projetos ou igrejas, façam a solicitação via protocolo na sede da FWF.

A Fundação Wall Ferraz tem levado ações a várias comunidades da capital, para acompanhar a programação mensal basta acessar a aba de Ações de Cidadania no site fwf.pmt.pi.gov.br. No site também contém informações de cursos, workshops e disponibilidades de vagas de empregos.

Projeto conclui a capacitação profissional de 200 moradores do Portal da Alegria

Lançado em abril deste ano, o Projeto de Capacitação Profissional para Produtividade e Renda, ofereceu a 200 moradores do Residencial Portal da Alegria VI-A, na zona Sul da capital, nove cursos profissionalizantes em diversas áreas. Todos os cursos foram realizados no Centro Esportivo Unificado Ana Maria Rêgo – CEU SUL, e nesta etapa final 30 pessoas se qualificaram através do curso de vendas. O curso teve uma duração de 80 horas, com aulas ministradas pelo professor Alexandre Nogueira, que há quase uma década vem se dedicando na qualificação profissional dos teresinenses.

Scheyvan Lima – Presidente da Fundação Wall Ferraz.

O presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, conta que a relação entre o poder público e comunidade é essencial, e que além da capacitação, que é importante para a renda familiar, esse tipo atividade também serve para aumentar a autoestima das pessoas.  “Os teresinenses são conhecidos por serem pessoas que não desistem de seus sonhos, por isso temos determinação do prefeito Firmino Filho para ampliar os atendimentos da Fundação Wall Ferraz e garantir a todos uma oportunidade igualitária na hora de lutar por uma vaga de emprego, que neste tempo de crise está cada vez mais difícil”, comenta Scheyvan Lima.

Tâmara Coimbra, coordenadora do projeto, disse que agora a cidade irá colher bons frutos com a chegada de novos profissionais no mercado de trabalho, e que apesar de muitos optarem por montarem seus próprios negócios, parte dos alunos já se inseriram ou estão se inserindo no mercado de trabalho. “Antes mesmo dos cursos encerrarem já tivemos alunos contratados, e isso mostra que ações como está colaboram e muito com o crescimento da cidade, pois sem emprego o povo não movimenta a economia”, afirma Tâmara Coimbra.

Katriny Morais, aluna do Curso de Vendas comemora os resultados obtidos.

A autônoma Katriny Morais afirma que, antes de participar do curso de vendas, ela até trabalhava, mas seu público se resumia a familiares e amigos próximos, isso por conta do despreparo profissional e da timidez na hora da venda. Ela também enfatiza que durante o curso, pegando os ensinamentos das primeiras aulas resolveu participar de uma seleção de emprego. “Tenho a honra de dizer que por conta dos ensinamentos que obtive no curso, hoje estou praticamente na fase final desta seleção, que tem mais de 200 pessoas concorrendo. Se for à vontade de Deus, uma das vagas será minha”, diz Katriny Morais, afirmando ainda que até mesmo sua família já notou as mudanças comportamentais em sua vida.

O Projeto de Capacitação Profissional para Produtividade e Renda faz parte de uma ação que envolve o Governo Federal, por meio da Caixa Econômica Federal (CAIXA), do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), e da Prefeitura de Teresina (PMT), através da Fundação Wall Ferraz (FWF), e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), e com apoio da Fundação Padre Antônio Dante Civiero (FUNACI). Além dos cursos, os alunos também participaram de um Workshop de Qualificação Profissional, e ainda de uma seleção de emprego realizada através de uma parceria com empresas da capital.